Menu
Busca quarta, 08 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Comissão decide cercar área de conflito em Japorã

28 janeiro 2004 - 11h20

A comissão formada para buscar alternativas de acordo para o impasse entre índios e fazendeiros da região de Japorã, no Sul do Estado, se reuniu esta manhã em Campo Grande e decidiu cercar toda a área de conflito.A estratégia é para evitar a chegada de novos grupos de índios na região e o trânsito de animais das fazendas ocupadas. Há denúncias de que os índios estariam vendendo o gado e cavalos das fazendas ocupadas.Equipes da Polícia Federal e da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul já estão na área de conflito. Esta manhã também chegaram ao local o comandante da Tropa de Choque e o comandante-geral da PM, coronel José Ivan de Almeida, que fazem um levantamento topográfico da área. A decisão de cercar as fazendas saiu da reunião entre a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a Justiça Federal, Polícia Federal. Não participaram do encontro representantes da Funai e do Ministério Público, que devem compor o grupo no encontro, que será realizado hoje à tarde com os fazendeiros, também em Campo Grande.O governo de Mato Grosso do Sul também pediu ajuda ao Ministro da Justiça, Márcio Tomaz Bastos, para agilizar o processo de demarcação das terras e entrar nas negociações para tentar um acordo pacífico para a saída dos índios. O ministro acolheu o pedido do governo e já está compondo uma comissão pra vir a Mato Grosso do Sul.Os índios guarani caiuá começaram a ocupar as propriedades da região no mês de dezembro. Desde então, as autoridades vêm negociando a saída pacífica do grupo da área. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FLAGRANTE
Polícia encontra armas, munições e quase 1t de maconha em veículo
COVID-19
Estado terá que prestar contas sobre ações usando dinheiro da dívida com a União contra a pandemia
COVID-19
MS confirma mais cinco casos de coronavírus em 24h
ECONOMIA
Aneel suspende por 90 dias aplicação de reajustes de energia em MS
MUNDO
Novos casos da covid-19 dobram na China e bolsas de valores caem
Educação
Ama estudar línguas? Conheça as profissões tradutor e intérprete
PROJETO
Cobrança de empréstimos consignados poderá ser suspensa por 90 dias
Dourados News
Campanha Solidária "Anjos de Dourados"
ARTIGO
Você sabe a diferença entre transtorno de aprendizagem e dificuldade de aprendizagem?
CRIME AMBIENTAL
Mulher de 66 anos é autuada em R$11,7 mil por derrubada de árvores

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
FLEXIBILIZAÇÃO
Confira o que muda em Dourados com novo decreto do comércio
DOURADOS
Vítimas foram atingidas com 12 disparos de pistola no Jardim Carisma