Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Comerciários de MS negociam Índice de reposição salarial

04 outubro 2005 - 12h14

A Federação dos Trabalhadores no Comércio de Mato Grosso do Sul já está negociando piso e reposição salarial além de outros benefícios para a categoria de 78 municípios de Mato Grosso do Sul. A data base da categoria é novembro e as negociações variam de uma cidade para outra, como afirma o presidente da entidade, João Spontoni, que espera avançar bastante nas negociações este ano, principalmente pelo fato de que a economia vai bem em todo o Páis e no Estado não é diferente. Em Campo Grande a negociação é por conta do sindicato da categoria, presidido por Idelmar da Mota Lima. Ele também está otimista este ano para as negociações. “Esperamos avançar mais na reposição salarial, que é a maior reivindicação de nossa cateogria”, afirma. Idelmar também lembra que a economia está bastante positiva, “caminhando de vento em popa” com números expressivos de crescimento. “É preciso reconhecer o esforço dos empregados nesse processo”, diz ele. A data base dos comerciários é primeiro de novembro. Outra questão importante que também deverá entrar na pauta de discussão entre patrões e empregados é a dos feriados, que tem gerado muita polêmica mesmo depois de firmados os acordos sobre a abertura ou não do setor em determinadas datas. Os comerciários de Campo Grande pediram uma reposição salarial de 10,5% aos patrões. A proposta já foi encaminhada e Idelmar aguarda contato para a rodada de negociação, que deverá ocorrer logo. O presidente da Federação, João Spontoni explicou que mesmo em alguns municípios onde existem sindicatos, como Dourados, Três Lagoas, Corumbá etc, a entidade acabará entrando para a negociação de outras categorias que representa. Ao todo, portanto, serão trabalhadores de 78 municípios intermediados pela entidade. Outra informação de Idelmar da Mota Lima é de que o Sindicato em Campo Grande negocia quatro convenções coletivas distintas: dos funcionários no comércio varejista, dos supermercados, das concessionárias e das casas de materiais de construção.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios
Transportando 26 cavalos ilegalmente, idoso é preso com dólares e reais
REGIÃO
Presidente da Assomasul destaca emenda que cria o ICMS Educacional 

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados