Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99659-5905

Começa amanhã o Festival de Cinema de Campo Grande

07 janeiro 2004 - 08h21

A partir de amanhã, dia 8 de janeiro, Campo Grande vai entrar no circuito das cidades mais importantes do Brasil para o cinema. O 1º Festival de Cinema de Campo Grande, que acontece entre 8 de janeiro e 9 de fevereiro, vai trazer a Mato Grosso do Sul o que há de melhor e mais representativo da sétima arte.Serão exibidos 33 filmes, entre curtas e longas-metragens nacionais e internacionais. Artistas, cineastas, diretores, produtores culturais, diretores e roteiristas, entre outros, vão estar em Campo Grande assistindo às exibições e discutindo com o público a produção cinematográfica regional, nacional e internacional. O festival é patrocinado pela Caixa Econômica Federal e tem apoio cultural do governo do Estado.“Vamos oferecer excelente festival e aproveitar a nossa posição geográfica privilegiada para que este evento se torne, nos próximos anos, um grande festival latino-americano de cinema”, explica Nilson Rodrigues, diretor do 1º Festival de Cinema de Campo Grande. Os filmes serão exibidos no CineCultura. São 20 curtas-metragens nacionais, cinco longas nacionais e oito longas estrangeiros. A programação completa do festival será apresentada à imprensa, críticos de arte, produtores culturais e profissionais ligados às artes visuais no dia 27 de dezembro. “Todos os filmes selecionados para o 1º Festival de Cinema de Campo Grande foram premiados em festivais que são referência para o cinema, como os de Brasília, Rio de Janeiro, Gramado, Miami, Berlim e Cannes, entre vários outros”, revela Nilson Rodrigues. O festival vai trazer ainda a possibilidade de o público se reunir com cineastas consagrados para discutir vários temas. Um dos debates terá como tema “O cinema em sua dimensão cultural e industrial”. Estarão em Campo Grande, entre outros, palestrantes como Sérgio Sanz, diretor do Departamento de Cinema do Ministério da Cultura, Orlando Sena, da Secretaria Nacional para o Desenvolvimento do Áudiovisual e Joel Pizinni cineasta sul-mato-grossense.O festival de cinema em Campo Grande vai premiar também dois curtas-metragens nacionais, selecionados por dois júris, um popular, formado pelas pessoas que assistirem aos filmes, e outro o júri oficial. Neste participam Fernando Camargo, representando a Caixa Econômica Federal, a jornalista Tereza Hilcar, o cineasta Cândido Alberto da Fonseca, o jornalista e crítico de arte Oscar Rocha e o escritor e cinéfilo Hermano Melo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Mecânico coloca fogo em lixo e causa transtorno em Aquidauana
ECONOMIA
Dólar fecha em alta nesta quinta-feira com novo corte de juros
SEGURANÇA PÚBLICA
Polícia Militar vai intensificar rondas na área central de Dourados
BENEFÍCIOS
CEF abre agências em Dourados e cinco cidades no próximo sábado
JARDIM SANTA HERMÍNIA
Descumprindo medidas sanitárias, dois são presos após xingamento a policiais
PAULISTÃO
Luís Flávio de Oliveira comandará decisão entre Palmeiras e Corinthians
ECONOMIA
Captação da poupança bate recorde para meses de julho
TRÁFICO
Adolescentes são detidos levando maconha e skunk em ônibus
PANDEMIA
Assembleia Legislativa oficializa estado de calamidade pública em Nioaque
RIO BRILHANTE
Alvo de operação, ex-prefeito diz ser vítima de perseguição política

Mais Lidas

DOURADOS
Peladão: Homem é detido após armar confusão em motel e quebrar vários quartos
POLÍCIA
Duas mulheres são presas por estelionato em Dourados
TRAGÉDIA
Mulher que morreu em acidente na BR-463 em Ponta Porã tinha 27 anos
TRAGÉDIA
Uma pessoa morre em acidente grave na rodovia BR-463