Menu
Busca domingo, 05 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Com migração para Skype, Microsoft prepara fim do MSN

21 janeiro 2013 - 11h27

Os usuários mais antigos de serviços de mensagens, que em outras décadas usaram os "bulletin board system" (BBS) e o ICQ (pertencente à Mail.ru Group), se preparam para uma nova despedida. Em março, a Microsoft encerra o serviço MSN Messenger, criado em 1999. A companhia já comunicou a mudança aos seus 30 milhões de usuários no Brasil e tenta estimular o público a fazer a migração para o Skype, adquirido pela companhia em maio de 2011 por US$ 8,5 bilhões.

Os avisos vêm sendo dados pela companhia aos consumidores desde novembro do ano passado. Em entrevista ao Valor, Alejandro Arnaiz, chefe da área de desenvolvimento de mercado do Skype para América Latina, não divulga números de migração. Porém, ao se referir aos dois principais mercados do MSN Messenger na região, disse que o processo tem sido "rápido" no Brasil, onde tem 30 milhões de usuários ativos, e "lento" no México, com 17 milhões. "Queremos incentivar a mudança para concluir a migração no primeiro trimestre, mas a ideia é fazer isso de forma tranquila", disse, ao ser questionado sobre a possibilidade de haver atraso no processo.

Marcelo Botelho, diretor da Veus Technology, companhia especializada em tecnologia para o setor de saúde, está entre os usuários que adotaram o MSN Messenger em 1999 e fizeram a mudança. "Já tinha conta nos dois serviços, mas usava mais o Skype por causa do serviço de telefonia por internet. Me pareceu uma migração natural", afirmou. Botelho afirmou que mudanças semelhantes já foram realizadas entre outras tecnologias, como a incorporação de funções do Palm Top nos celulares e a das câmeras digitais simples pelos smartphones.

Mas há quem se queixe do novo serviço, dizendo, por exemplo, que o Skype não está integrado ao serviço de e-mail Hotmail, da Microsoft. "Na verdade, recebemos mais mensagens de pessoas nostálgicas com o fim da ferramenta do que descontentes com a nova plataforma", disse Arnaiz. O executivo estimou que a maioria do usuários do MSN Messenger adotará o Skype.

Daniel O'Connell, analista da consultoria Gartner, estima que do total de usuários do MSN no mundo - 100 milhões -, aproximadamente 33% adotarão o Skype; outros 25% vão migrar para o Google Talk, do Google, e o restante buscará outros meios de se comunicar instantaneamente.

O analista considerou, no entanto, que nem todos os futuros ex-MSN se tornarão usuários dos serviços pagos oferecidos pelo Skype. "A maioria do usuários do MSN gosta do serviço gratuito. Acho difícil que se torne consumidora dos serviços pagos do Skype", afirmou O'Connell.

Desde que adquiriu o Skype, a Microsoft tinha como meta integrar o serviço ao Outlook e ao MSN, complementando a oferta de serviços de comunicação, disse Arnaiz. O serviço também passou a ser oferecido para uso em consoles de jogos, TVs com conexão à internet, leitores de Blu-ray e outros. A expectativa, disse Arnaiz, é que a soma dos usuários do MSN aos 280 milhões de usuários do Skype aumente as chances de geração de receita com serviços pagos. Em 2010 (antes de ser comprado pela Microsoft), o Skype obteve receita de US$ 860 milhões e lucro operacional de US$ 264 milhões. No balanço da Microsoft não há detalhes sobre a receita com o Skype.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTADO
Justiça Eleitoral dá início às sessões de julgamento por videoconferência
ESPORTES
Saiba como se exercitar em casa durante a quarentena
RESTRIÇÕES
Comércio da capital volta a funcionar na segunda-feira
BRASIL
Rio terá turnos de trabalho para não lotar transporte público
PREVENÇÃO
Direção Viva alerta sobre importância de higienizar veículos automotores como prevenção contra o Coronavírus
STF
Ministro julga inviável ação do PDT contra suspensão de prazos do Enem 2020
CULTURA
CCBB Educativo disponibiliza acervo digital de arte-educação
BRASIL
Combate à pandemia mobiliza voluntários em diversas frentes
COVID-19
Barreiras sanitárias abordaram 13,6 mil pessoas em MS
MUNDO
Papa inicia Semana Santa com celebração sem presença de fiéis

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações
ISOLAMENTO
Em 24 horas, apenas uma cidade de MS aparece vermelha no monitoramento do Governo
CORONAVÍRUS
Durante fiscalização, Guarda prende nove pessoas e notifica 60 comércios em Dourados
SUMIÇO
Família procura por jovem que está desaparecida desde a última quarta-feira