Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
TENSÃO

Coligação internacional suspende treinamento de tropas iraquianas

05 janeiro 2020 - 13h07Por Agência Brasil

A coligação internacional liderada pelos EUA anunciou hoje a suspensão das suas atividades de apoio e treino às tropas iraquianas, para se concentrar na proteção das bases estacionadas no Iraque, segundo um comunicado oficial.

A coligação internacional que luta contra o grupo terrorista do Estado Islâmico (EI) informou hoje (5), em comunicado, que a sua prioridade passa a ser garantir a segurança das bases no Iraque, que têm sido alvo de repetidos ataques nos últimos dois meses.

O reforço da segurança das instalações "limita a capacidade de treinar parceiros e de apoiar as suas operações contra o EI", diz o comunicado, para justificar a suspensão das atividades de treino desenvolvidas até agora.

"A nossa prioridade é proteger o pessoal da coligação. [...] Estamos totalmente empenhados em proteger as bases iraquianas que abrigam as tropas da coligação", diz nota.

A coligação internacional no Iraque liderada pelos Estados Unidos da América (EUA) conta ainda com a participação do Reino Unido, Austrália, Espanha e Polônia, em estreita cooperação com uma outra missão conduzida pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

A coligação justifica ainda a decisão dizendo que "os repetidos ataques de mísseis nos últimos dois meses, por elementos dos Katai`b Hizbulá, causaram a morte de membros das forças de segurança iraquianas e de um civil americano", em 27 de setembro.

Os Katai`b Hizbulá são batalhões que operam sob instruções das milícias pró-iranianas, que na semana passada foram alvo de dois ataques dos EUA, um dos quais matou o general Qassem Soleimani, comandante de uma força de elite iraniana, provocando uma escalada de tensão no Oriente Mèdio.

No sábado (4), também a Otan tinha anunciado a suspensão das suas operações de treino no Iraque.

"A missão da Otan continua, mas as atividades de treino estão suspensas", disse White, porta-voz da organização, que confirmou que o secretário-geral, Jens Stoltenberg, tinha conversado por telefone com o secretário de Defesa norte-americano, Mark Esper, para se sintonizar sobre o desenvolvimento da situação no Médio Oriente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STJ
Confirmada indenização de R$ 450 mil para vigilante que ficou paraplégico após tiro acidental da polícia
DOURADOS
Se Justiça Eleitoral deferir, douradense terá a eleição com mais opções para prefeitura
ELEIÇÕES 2020
Câmara de Dourados deve ter concorrência superior a 14 candidatos por vaga
ISOLAMENTO
Engenheiro brasileiro enfrenta desafio em missão aeroespacial simulada
MATO GROSSO DO SUL
Equipamento que será usado para prevenir desabastecimento de água já está em Corumbá
PANDEMIA
Média de mortes por covid-19 no Brasil cai 10,35% em uma semana
FUTEBOL
Árbitros de MS são escalados para jogos do Brasileiro das séries C e D
BR-463
Trio é preso com caminhonete furtada a caminho do Paraguai
ELEIÇÕES 2020
Mauro Thronicke registra candidatura e os 7 apontados em convenções vão à disputa pela prefeitura
PANDEMIA
MS se aproxima de 68 mil casos e soma mais 15 mortes por Covid-19

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão