Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Cobertura vacinal contra aftosa atinge 99,4% em MS

23 fevereiro 2011 - 14h44

Em 2010, o índice de cobertura vacinal de bovinos e búfalos contra a febre aftosa alcançou 97,3%. Os destaques foram os estados de Mato Grosso, com 99,74%, Tocantins, com 99,52% e Mato Grosso do Sul, com 99,41% dos animais imunizados. O resultado das duas etapas de vacinação foi semelhante ao registrado em 2009, com 97,07%. “Para ampliarmos esse número, é necessário conscientizar ainda mais os produtores sobre a importância de vacinar o rebanho. Essa é uma questão estratégica para a manutenção e abertura de novos mercados e deve envolver o setor produtivo e os governos estaduais e federal”, declara o secretário de Defesa Agropecuária, Francisco Jardim.

Jardim informa que o Ministério da Agricultura firmou um pacto, na última semana, com os secretários de Agricultura da região Nordeste, para investir em iniciativas e ampliar a classificação dos estados ainda considerados de risco médio para a doença. “Vamos consolidar, por exemplo, a base de dados do rebanho desses estados, intensificar as ações de vigilância e fiscalização e adequar a estrutura dos serviços veterinários oficiais”, afirma.

As ações vão criar condições para o Brasil reconhecer a região como livre de febre aftosa com vacinação, neste ano, e encaminhar o pedido de reconhecimento para a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), em 2012. Para isso, é necessário que os estados envolvidos cumpram os compromissos assumidos e os estudos a campo constatem ausência de circulação viral na região.

Na segunda etapa da campanha, realizada em novembro de 2010, o índice vacinal atingiu 97,7%, o que representou 155,5 milhões de bovinos e búfalos imunizados, do total de 159 milhões de animais. No Norte, o Tocantins saiu na frente com 99,52% do rebanho imunizado. Na região Sudeste, São Paulo foi o destaque, com 98,40%. No Nordeste, a Bahia atingiu 97,93%, no Centro-Oeste, o Mato Grosso imunizou 99,74% e, na região Sul, o Paraná registrou 97,43%.

Participaram da campanha de novembro 20 estados e o Distrito Federal. São eles: Acre, Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Classificação

Hoje, 15 unidades da federação são reconhecidas pela Organização Mundial de Saúde Animal como livres de febre aftosa com vacinação: Acre, Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Sergipe, Tocantins e Distrito Federal. Além disso, detêm esse status, a região Centro-Sul do Pará e os municípios de Guajará e Boca do Acre, no Amazonas.

O estado de Santa Catarina é reconhecido pela OIE como livre da doença sem vacinação. Em risco médio estão Alagoas, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e a região Centro-Norte do Pará. Em alto risco encontram-se Roraima, Amapá e as demais áreas do estado do Amazonas.

Neste mês, a OIE restabeleceu o status da Zona de Alta Vigilância (ZAV) de Mato Grosso do Sul como livre de febre aftosa com vacinação. Fazem parte dessa região 13 municípios: Antônio João, Aral Moreira, Bela Vista, Caracol, Coronel Sapucaia, Corumbá, Japorã, Ladário, Mundo Novo, Paranhos, Ponta Porá, Porto Murtinho e Sete Quedas. Essas cidades fazem fronteira com o Paraguai e a Bolívia e compreendem 1,5 mil km.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saiba o que são e como ganhar dinheiro com infoprodutos
NEGÓCIOS & CIA
Saiba o que são e como ganhar dinheiro com infoprodutos
BRASIL
Acordo sobre quebra de patente pode levar meses, dizem especialistas
Após colidir com moto em poste, jovem morre no HV
DOURADOS
Após colidir com moto em poste, jovem morre no HV
Unidades educacionais tem espaço ideal para divulgar serviços no caderno "Educação" do Dourados News
EDUCAÇÃO
Unidades educacionais tem espaço ideal para divulgar serviços no caderno "Educação" do Dourados News
PF deflagra operação contra o tráfico após flagrar homem recebendo ecstasy via Correios
ESCOBART
PF deflagra operação contra o tráfico após flagrar homem recebendo ecstasy via Correios
REGIÃO
Casal em moto morre após colidir contra carreta na MS-145
DOURADOS
Prefeitura corrige decreto e dá mais duas horas de expediente ao comércio no sábado
BR-163
Viatura da PRF estava com três ocupantes quando colidiu contra carreta em rodovia
TRÂNSITO
Detran/MS promove nesta sexta-feira "live" sobre o Maio Amarelo
CLIMA
Dourados tem previsão de frio recorde no fim de semana

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo