Menu
Busca segunda, 14 de junho de 2021
(67) 99257-3397

CNBB desaconselha filme Código Da Vinci para católicos

13 abril 2006 - 10h10

O filme O Código Da Vinci, baseado no romance com o mesmo título, que vai estrear em breve no mundo todo, "apresenta uma imagem profundamente distorcida de Jesus Cristo", alertou nesta quarta-feira a CNBB, que aconselha os católicos a não assistirem ao filme.Os "esclarecimentos sobre o Código Da Vinci" foram feitos pelo presidente da Conferência Nacional dos Bispos católicos do Brasil, o cardeal Geraldo Majella Agnelo, em nota distribuída a todas as dioceses do país.Segundo Agnelo, arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, a Igreja tem o dever de prestar esclarecimentos sobre o filme baseado na obra do escritor Dan Brown. Ele exlicou que muitas pessoas demonstraram "perplexidade, dúvidas e confusão a respeito de algumas verdades fundamentais da fé cristã" por causa do livro."Não devemos esquecer que a obra em questão é de ficção e não retrata a história de Jesus nem da Igreja. Não podemos considerar verdadeiras as afirmações claras ou veladas do autor", segundo o cardeal."O que é fantasia deve ser lido e entendido como fantasia", acrescenta a mensagem.O cardeal pediu aos católicos que procurem a verdadeira imagem de Jesus Cristo e da Igreja nos evangelhos e em "bons livros de história da Igreja".O filme terá como protagonistas os atores Tom Hanks e Audrey Tautou, e se baseia no romance de Brown, que diz que Jesus Cristo se casou com Maria Madalena e sua descendência foi mantida em segredo até nossos dias."Alertamos que a obra, em seu gênero fantasioso, apresenta uma imagem profundamente distorcida de Jesus Cristo, em contraste com as pesquisas e afirmações de estudiosos de diversas áreas das ciências humanas, da teologia e de estudos bíblicos", segundo o arcebispo."É lamentável que a obra, com uma roupagem pseudocientífica, se dedique a versar de maneira leviana e desrespeitosa sobre convicções tão sagradas para os cristãos", acrescenta.Segundo a nota, muitos cristãos se sentem feridos em sua fé e em suas convicções com O Código Da Vinci e outros são induzidos a dúvidas sobre verdades de fé ou a suspeitas sobre a honestidade da Igreja."Afirmamos, com toda convicção, que a Igreja de nenhuma forma ocultou no passado nem oculta no presente a verdade sobre Jesus Cristo", diz a mensagem.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL: Mortes por covid-19 somam 487,4 mil e casos chegam a 17,4 milhões
PANDEMIA
BRASIL: Mortes por covid-19 somam 487,4 mil e casos chegam a 17,4 milhões
Athletico Paranaense ganha do Grêmio em Porto Alegre e segue 100%
ESPORTE
Athletico Paranaense ganha do Grêmio em Porto Alegre e segue 100%
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
INTERNACIONAL
G7 promete doar 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 até 2022
Com 52% dos votos, Vanda Camilo é eleita prefeita de Sidrolândia
ELEIÇÃO SUPLEMENTAR
Com 52% dos votos, Vanda Camilo é eleita prefeita de Sidrolândia
Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial
ESPORTE
Judô: Brasil bate Rússia e fatura o bronze por equipes no Mundial
ESPORTE
Brasil fecha o Pan de ginástica de trampolim com mais dois ouros
LEITOS UTI COVID
Covid-19: Dourados transfere mais 2 pacientes para SP
CAMPO GRANDE
Pelo segundo ano consecutivo, bolo de 'santo casamenteiro' é vendido em pote e por drive-thru
COVID-19
Fila por leitos de UTI Covid volta a crescer em Dourados
PESQUISA
Primeira infância: família de classe D sofre mais impacto na pandemia

Mais Lidas

FLEXIBILIZAÇÃO
Decreto que libera atividades comerciais a partir de domingo é publicado
EMOCIONATE
VIDEO: Recuperada da Covid-19, douradense é recebida pela mãe em Rondônia
LOCKDOWN
Decreto flexibiliza atendimento via delivery no Dia dos Namorados em Dourados
LOCKDOWN
Fiscalização encontra funcionários dentro de filial das Casas Bahia em Dourados