domingo, 14 de agosto de 2022
Dourados
33°max
18°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Clodoaldo bate recorde mundial e leva 2º ouro em Atenas

21 setembro 2004 - 12h51

Clodoaldo Silva mais uma vez confirmou as expectativas que o colocam como um dos principais atletas do Brasil nas Paraolimpíadas de Atenas. Nesta terça-feira, o nadador venceu a prova de 200 m livre classe S4 (para competidores com paralisia cerebral), quebrou o recorde mundial e conquistou a sua segunda medalha de ouro na Grécia.O brasileiro completou a piscina em 2min55s75, quase três segundos mais rápido do que a antiga marca mundial (2min58s62), que havia sido estabelecida pelo japonês Yuji Hanada, no ano passado. O recorde paraolímpico anterior era também de Clodoaldo: 2min58s81 nadados em uma eliminatória disputada na manhã desta terça-feira.Um dos dois nadadores que não largaram de dentro da piscina, o brasileiro assumiu a liderança logo nos primeiros metros da prova. Hanada, que estava na raia ao lado, conseguiu emparelhar até os 25 m, quando Clodoaldo começou a abrir distância.A maior disputa da prova foi pelo segundo lugar. O japonês começou a diminuir o ritmo, deixando o espanhol Richard Oribe se aproximar. No final, Oribe conseguiu ultrapassar Hanada e levar a prata -mais de sete segundos após o brasileiro.Este já é o segundo ouro de Clodoaldo em Atenas. No último domingo, nos 100 m livre, o brasileiro também foi o mais rápido e levou o ouro. Naquela prova (mas nas eliminatórias), o brasileiro também quebrou o recorde mundial. Coincidentemente, o pódio foi formado pelos mesmos atletas que ganharam medalhas nesta terça; daquela vez, porém, Hanada foi o segundo e Oribe o terceiro.O nadador, que recebeu o apelido de "Michael Phelps brasileiro", também competiu nos 50 m costas em Atenas, na última segunda-feira, mas fez apenas o quarto tempo e ficou sem medalha. Clodoaldo, porém, ainda terá a chance de levar mais cinco medalhas em outras provas nas Paraolimpíadas.Os outros dois brasileiros que chegaram a finais masculinas não foram bem e ficaram sem medalhas. Genezi Andrade ficou em sexto lugar nos 200 m livres S3. Nos 100 m borboleta S11, o brasileiro André Meneghetti fez o pior tempo dos oito nadadores que chegaram à final.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Sistema reaproveita água doméstica para produção de alimentos
SUSTENTABILIDADE

Sistema reaproveita água doméstica para produção de alimentos

OPORTUNIDADE

Programa abre 200 vagas em curso de formação para microempreendedores de baixa renda

ANÁLISE

Brasil deve encerrar 2022 com índices de extrema pobreza em queda

Propaganda eleitoral começa nesta terça-feira
POLÍTICA

Propaganda eleitoral começa nesta terça-feira

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa
CAPITAL

Menina de 8 anos é vítima é atingida por bala perdida em frente a salão de festa

BRASIL

Morre Paulo Roberto Costa, 1º delator da Lava Jato e ex-diretor da Petrobras

TEMPO

Dourados e outras cidades de MS estão em alerta por baixa umidade do ar

SONORA

Homem é ferido a facadas durante discussão em fazenda

PAGAMENTO INSTANTÂNEO

Mais chaves PIX do que brasileiros: número de cadastros para transferências é o dobro da população

DOURADOS

Cras do Jóquei Clube tem serviços da "Sala do Empreendedor" nesta segunda-feira

Mais Lidas

DOURADOS

Acusado de raptar a ex e trocar tiros com a polícia tem alta e é levado para delegacia

DOURADOS

Homem que trocou tiros com a polícia na Linha do Potreirito havia sequestrado a ex

EMBRIAGUEZ

Caminhonete ocupada por cinco jovens capota na BR-376

DOURADOS

Douradense contaminado com "varíola dos macacos" viajou para o Paraguai recentemente