sexta, 21 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
23°min
Campo Grande
35°max
22°min
Três Lagoas
37°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Classificado, Palmeiras busca nova formação contra Avai

20 setembro 2003 - 12h46

O técnico do Palmeiras, Jair Picerni, ganhou uma preocupação extra para a próxima fase da Série B do Campeonato Brasileiro: encontrar e entrosar uma nova formação para o meio-campo.Neste sábado, às 21h40, contra o Avaí, essa será a principal missão do treinador, que perdeu três titulares do setor a duas rodadas do final da etapa de classificação. O Palmeiras é o líder do torneio, com 41 pontos, um a mais do que o Botafogo, que vai a Manaus enfrentar o medíocre São Raimundo. O Avaí, por seu lado, joga motivado pela chance de entrar, caso vença, na "grupo dos oito".No treinamento desta sexta, Picerni recebeu mais uma notícia desanimadora: o meia Pedrinho, que está fora do time há seis partidas, foi cortado da delegação que viajou para Santa Catarina. "O Pedrinho tem uma inflamação no músculo do joelho direito. Ele treinou, mas não o suficiente para jogar", informou o médico do clube Maurício Bezerra. "Devido a essa inflamação, não pudemos realizar um trabalho de preparação ideal", acrescentou ele. O veto frustou os planos de Picerni de contar com o atleta para o jogo deste sábado e começar a recuperá-lo fisicamente. Alceu é outro que está fora de combate. O zagueiro, submetido a uma cirurgia no joelho, só voltará a jogar no próximo ano. "O Alceu vinha mantendo uma boa média, junto com todo o time do Palmeiras. Tínhamos equilíbrio e conquistamos bons resultados. Vamos manter o mesmo esquema, tentando novas opções para a posição", disse o técnico. O escolhido para o lugar de Alceu, que atua como uma espécie de terceiro zagueiro, foi Correa. Outro que pode ser deslocado é Marcinho."Com o Marcinho, a gente já sabe que amarra bem. Vamos testar com o Correa para ver como ele vai se sair", disse Picerni. A situação mais preocupante para o técnico palmeirense, no entanto, é a de Magrão. Com uma lesão na coxa, o atleta, homem de confiança de Picerni, só deve retornar em um mês ao time, segundo o departamento médico. Élson vem atuando na posição. Mesmo com esses problemas, Picerni tem cobrado a primeira colocação de seus comandados. "Entraríamos motivados nas finais, e aí será complicado segurar a gente", acredita o técnico. Mesmo assim, os jogadores estão liberados para forçar o terceiro amarelo, já que os cartões não serão zerados na próxima fase. Sete atletas estão pendurados. NA TV - Record, ao vivo, às 20h40AVAÍ Gilberto; Marica, Marcão, Max Sandro e Maurício; Edmílson; Anderson, Joelson e Marcelinho; Celso e Adão (Éder).Técnico: Jair Pereira PALMEIRAS Marcos; Baiano, Daniel, Leonardo e Lúcio; Correa, Marcinho, Élson e Diego; Edmílson e Vágner.Técnico: Jair Picerni Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis Horário: 20h40(MS) Juiz: Fabrício Neves Correa (RS)

Deixe seu Comentário

Leia Também

MERCADO FINANCEIRO

Dólar sobe para R$ 5,45, mas tem segunda semana seguida de queda

RIO BRILHANTE 

Homem cobra R$ 5 mil para deixar de fazer ameaças a ex-mulher

NÚMEROS DA PANDEMIA

Brasil registra 396 mortes por Covid em 24 h; média bate novo recorde

CAPITAL

Homem invade casa de vizinho e estupra menina de 12 anos

PEQUENOS NEGÓCIOS

Empresas terão até março para regularizar dívidas do Simples

VIOLÊNCIA

Idoso é assassinado a pauladas por não querer pagar bebida em bar

IMUNIZAÇÃO

Alan diz que Dourados aguarda orientação para aplicação de Coronavac em crianças

SETE QUEDAS

Mulher agredida no Natal morre e suspeito é preso tentando fugir

REGIÃO 

TJ/MS convoca candidatos do Concurso Extrajudicial para prova escrita

REGIÃO

Jovem é preso após agredir com chutes avô de 81 anos

Mais Lidas

REGIÃO

Jovem acusado de assassinar diretor de escola em 2012 troca tiros com a polícia e morre

REGIÃO

Trabalhador morre após sofrer descarga elétrica na BR-463

FRONTEIRA

Líder do PCC que tinha fugido de presídio do Brasil, é preso junto a comparsas no Paraguai

FRONTEIRA

Ostentação levou polícia até professor que faturava alto para guardar drogas