Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ELEIÇÕES

Últimos dias para arquitetos e urbanistas se regularizarem para votar nas eleições

09 outubro 2017 - 15h05Por Da Redação

Esta é a última semana para arquitetos e urbanistas se regularizarem para participar da terceira eleição do Conselho de Arquitetura e Urbanismo que vai definir quem serão os conselheiros federais e estaduais, que por sua vez escolherão os presidentes – do CAU/BR e do CAU/MS. Atualmente, mais de 2.400 profissionais compõem o colégio eleitoral no Estado.

Até o dia 16 de outubro, arquitetos e urbanistas devem atualizar o cadastro no Siccau (Sistema de Informação e Comunicação do CAU) e negociar anuidades em atraso. Os profissionais que não votarem terão que justificar até o dia 31 de dezembro. O voto é facultativo apenas para quem tem 70 anos ou mais.

Em Mato Grosso do Sul, três chapas concorrem ao pleito e cada uma contém 9 candidatos a conselheiro titular e 9 para suplente, além de uma vaga de conselheiro federal (titular e suplente) do CAU/BR. Os eleitos cumprirão mandato no triênio 2018-2020. No site do CAU/MS é possível conhecer as chapas e as propostas de cada uma. 

A coordenadora da Comissão Eleitoral de Mato Grosso do Sul, arquiteta e urbanista Vera Lúcia Giraldelli Peri, considera o processo eleitoral uma oportunidade para fortalecer o CAU. “O Conselho tem o papel de regular e fiscalizar o exercício da profissão, além de defender os interesses e a segurança da sociedade com um planejamento urbano eficiente que assegure qualidade de vida, defenda o meio ambiente e o patrimônio cultural da nossa cidade e do país”.

Função do CAU/BR e dos CAU/UF

O CAU/BR e os Conselhos Estaduais são autarquias federais uniprofissionais dotadas de personalidade jurídica de direito público, que constituem serviço público federal e têm a função de orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de Arquitetura e Urbanismo.

O objetivo principal do CAU é regular o exercício da profissão de arquiteto e urbanista no Brasil, defender o interesse e a segurança da sociedade. Nessa estrutura federativa, o CAU/BR é a instância normativa e recursal. Ou seja, aprova as normas que regulam a profissão, como as atividades que só podem ser realizadas por arquitetos e urbanistas, o Código de Ética e as Tabelas de Honorários; e julga em grau de recurso os processos realizados pelos CAU/UF.

Os CAU/UF são as instâncias executivas do CAU, às quais cabem as ações de atendimento e orientação direta aos arquitetos, assim como as de fiscalização sobre a prática profissional da Arquitetura e Urbanismo.

Saiba mais sobre o processo eleitoral do CAU em www.caums.gov.br.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Mais três pessoas morrem de coronavírus em Dourados
DOURADOS
MP contesta prefeitura e diz que pandemia não deve ser motivo para não convocação de remanescentes da Guarda
MAUS-TRATOS
Homem é detido após espancar e atirar contra cachorro em assentamento
TRÊS LAGOAS
Discussão entre cunhados termina com homem esfaqueado
PROPOSTA
MS pode ter semana estadual do 'Lixo Zero'
APARECIDA DO TABOADO
'Vendedor de pó' é preso e dinheiro do tráfico apreendido
COSTA RICA
Homem que matou mulher a golpes de machadinha é condenado a 29 anos
FUTEBOL
Três jogos movimentam a penúltima rodada do 1º turno do Brasileirão hoje
CRIME AMBIENTAL
Pecuarista é multado em R$ 10 mil por desmatar área ambiental
HARRISON DE FIGUEIREDO
Moto com numeração raspada é apreendida e homem preso por receptação

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS