Menu
Busca sábado, 18 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
CAPITAL

UFMS e Bombeiros realizam seminário para discutir formas de prevenir suicídios

15 setembro 2014 - 19h15

#####.

A Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e o Corpo de Bombeiros realizam nesta terça e quarta-feira, dias 16 e 17 de setembro, no anfiteatro do LAC – Campus UFMS, em Campo Grande, o VII Seminário de Promoção à Vida e Prevenção ao Suicídio, com o objetivo de reduzir os índices que já são considerados alarmantes pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Dados divulgados no início deste mês pela OMS apontam o Brasil como o 8º país do mundo com mais casos, já Mato Grosso do Sul aparece como o terceiro estado brasileiro em número de suicídios. No ranking das cidades brasileiras, o município de Amambai aparece em 4º lugar. Em 2013 foram registrados no país 11 mil suicídios, o que representa 25 mortes por dia.

De acordo com o capitão e capelão do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, Edilson dos Reis, que é também professor da UFMS e será um dos palestrantes do seminário, o alto índice de suicídios está diretamente ligado a problemas de saúde mental, que são agravados pelo álcool, drogas, estresse laboral, isolamento social e também pela popularização das redes sociais.

“Cada suicídio é uma denúncia individual de uma crise coletiva. Hoje em dia as pessoas buscam desesperadamente a autoafirmação e a aceitação social, para isso, buscam as redes sociais, onde exibem uma vida que não tem e aquilo que não são, denunciando a banalização dos valores e a desestruturação social”, afirma Reis.

Entre 2000 e 2012, houve um aumento de 10,4% na quantidade de mortes, sendo 17,8% entre as mulheres e 8,2% entre os homens. “Para cada caso consumado a OMS estima que houveram entre 7 e 10 tentativas, sendo assim, no ano passado só no Brasil 100 mil pessoas tentaram tirar a própria vida e se não forem tratadas vão acabar entrando para a estatística”, alerta o capelão do Corpo de Bombeiros.

Para a OMS, o tabu em torno deste tipo de morte impede que famílias e governos abordem a questão abertamente e de forma eficaz. “Aumentar a conscientização e quebrar o tabu é uma das chaves para alguns países progredirem na luta contra esse tipo de morte”, diz o relatório, que sugere ainda a restrição de acesso a meios utilizados para o suicídio, como armas de fogo, pesticidas e medicamentos, a redução do estigma e a coscientização, como estratégias de prevenção.

Serviço

As inscrições para o VII Seminário de Promoção à Vida e Prevenção ao Suicídio são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail: bioeticaufms@bol.com.br. O evento acontece nesta terça e quarta-feira, dias 16 e 17 de setembro, das 19 às 22 horas, no LAC – Campus da UFMS, em Campo Grande.

Na abertura do seminário, terça-feira (16), o professor Luis Leão da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) ministra a palestra “O suicídio e o mundo do trabalho contemporâneo”, em seguida será abordado o tema “mídia e suicídio: um tabu a ser quebrado”, pelo capelão Reis, do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul.

Na quarta-feira (17) estão programadas duas conferências, a primeira “Estratégias para a promoção à vida”, com o professor Luis Leão e a segunda “Um novo paradigma: cultura de prevenção”, com o capelão Reis. O seminário é uma realização da UFMS, em parceria com o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, Faculdade de Medicina da UFMS, Projeto Labirinto, HUMAP e Fathel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
CAPITAL
Jovem de 19 anos morre em acidente com motocicleta
TELEFONIA
Governo edita decretos para tentar destravar licitação do 5G
Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital
ESPORTE
Dourados enfrenta Miranda na semifinal da Copa Morena neste sábado
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva