Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
MATO GROSSO DO SUL

TCE aprova primeiro processo de Monitoramento

05 outubro 2017 - 15h05Por Da Redação

O TC/1878/2017, de relatoria da conselheira Marisa Serrano, referente ao primeiro processo de Monitoramento foi aprovado pelos conselheiros em sessão do Pleno de quarta-feira, dia 04 de outubro. O monitoramento, segundo o Tribunal de Contas da União (TCU), tem por objetivo verificar o cumprimento das deliberações do Tribunal, cuja implementação gera impactos consideráveis em termos financeiros ou qualitativos. 

A auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul, no projeto da Secretaria Estadual de Educação, de Formação Continuada em Língua Portuguesa para Professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental no ano de 2008, apontou deficiências na gestão, no planejamento e no controle das capacitações dos participantes. Detectou, também, que o processo de seleção das escolas que receberiam essas capacitações teve como critério único o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) abaixo da média estadual; não oportunizando, portanto, igualdade entre as demais participantes.

Já a Lei Complementar do Estado de Mato Grosso do Sul n.160/2012, alterada pela Lei Complementar Estadual nº 231/2016, em seu art. 31 definiu o monitoramento como um instrumento de fiscalização utilizado pelo TCE-MS para verificar o cumprimento de suas deliberações e os resultados delas advindos.

Vale lembrar, também, que em relação ao monitoramento, as Entidades de Fiscalização Superior (EFS) do Canadá, dos Estados Unidos, do Reino Unido e da Suécia, equivalente ao Tribunal de Contas da União, utilizam a taxa média de implementação referente a 60 e 75% de suas recomendações como medidas do impacto de seus trabalhos. 

E, na execução deste primeiro monitoramento, o Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul atingiu o patamar de 72% da implementação das suas recomendações, equiparando-se, assim, aos indicadores internacionais de implementação.

Em deliberação plenária, o TCE-MS encaminhará a cópia da decisão para a Secretaria de Estado de Educação - SED/MS, aos presidentes do Conselho Estadual de Educação; da Assembleia Legislativa e ao presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa, para que assim possam atuar sobre as oportunidades de melhoria identificadas, resultantes do referido monitoramento. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Umidade abaixo de 20% nesta quinta deixa Dourados em 'alerta'
TEMPO SECO
Umidade abaixo de 20% nesta quinta deixa Dourados em 'alerta'
Pacientes mortos pela covid desenvolveram fibrose pulmonar
PANDEMIA
Pacientes mortos pela covid desenvolveram fibrose pulmonar
ECONOMIA
Dólar fecha em alta em dia de volume reduzido
Onça-pintada ferida em incêndio no Pantanal passa por tratamento
OZONIOTERAPIA
Onça-pintada ferida em incêndio no Pantanal passa por tratamento
Em quatro décadas, sul-mato-grossense aumenta em 13,4 anos expectativa de vida
LEVANTAMENTO
Em quatro décadas, sul-mato-grossense aumenta em 13,4 anos expectativa de vida
PONTA PORÃ
Tentativa de roubo termina com assaltante morto a tiros e policial ferido
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
CAGED
Dourados fecha outubro com quase 500 novos postos de trabalho
FUTEBOL DE BASE
Federação Paulista cancela Copa São Paulo de 2021
LEGISLATIVO
Assembleia Legislativa recebe três projetos de lei do Poder Executivo

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ