Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
IMUNIZANTE

Sociedade Brasileira de Pediatria defende vacinação em adolescentes

17 setembro 2021 - 19h50Por Agência Brasil

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou nota nesta sexta-feira, dia 17 de setembro, na qual se manifesta favorável à vacinação contra a covid-19 de todos os adolescentes, com ou sem comorbidades. A posição foi mais uma reação contrária à recomendação do Ministério da Saúde de suspender a imunização de adolescentes sem comorbidades.  

Segundo a SBP, até o momento, a pasta registrou 2.416 mortes por covid-19 entre adolescentes, número maior que o conjunto de outras doenças imunossuprimíveis. O texto cita um estudo nacional que aponta risco de morte pelo menos duas vezes maior para pessoas a partir dos 12 anos em relação a crianças com idade entre 2 e 11 anos.

No documento, a entidade destaca que, apesar de uma ocorrência menor da doença entre adolescentes, o grupo não está isento de formas mais graves e de sequelas, com impactos cognitivos e no aprendizado. A entidade defende que o controle da cadeia de transmissão da doença passe por uma “ampla cobertura vacinal” da população.

A SBP destaca ainda que o uso da vacina da Pfizer/BioNTech em adolescentes foi autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que a dose foi testada em ensaios clínicos que demonstraram segurança, eficácia e imunogenicidade. O texto pontua que o imunizante foi aprovado por autoridades sanitárias de outros blocos, como União Europeia, e é utilizado em 14 países, com milhões de doses já aplicadas.

Já o ministério informou que houve diversos casos de prefeituras que aplicaram vacinas não autorizadas pela Anvisa. Nos registros da pasta, dados enviados pelos estados mostram o público sendo imunizado com outras vacinas além da Pfizer/BioNTech.

Eventos adversos e abastecimento

Em relação a eventos adversos identificados após aplicação da vacina da Pfizer/BioNTech, os mais graves segundo a entidade, são os relacionados a miocardite. A nota ressalta, entretanto, que autoridades sanitárias dos Estados Unidos e do Reino Unido, mesmo diante dos casos, recomendam a vacinação de adolescentes.

“A maioria dos casos ocorreu em adolescentes do sexo masculino maiores de 16 anos e adultos jovens com menos de 30 anos de idade, mais frequentemente após a segunda dose da vacina.  A maioria dos pacientes respondeu bem ao tratamento com rápida recuperação”, assinala a SBP.

Dados do Ministério da Saúde apontam que foram identificados 1,5 mil eventos adversos em adolescentes imunizados no país – todos de grau leve. Foi notificado um caso de morte de um jovem em São Paulo, mas o episódio, segundo a pasta, ainda está sendo investigado para avaliar se a causa foi o imunizante.

A associação conclui dizendo que “decisões unilaterais não contribuem para a construção de um programa de imunização de sucesso, sendo a confiança um dos principais pilares das ações de vacinação”. Questionados se a suspensão da vacinação teria relação com a falta de vacinas, representantes do ministério descartaram essa hipótese e afirmaram que não há problema de abastecimento de doses no país.

Sem segunda dose

Diante da recomendação de suspensão feita pela pasta, adolescentes sem comorbidades que receberam a primeira dose não devem ser imunizados com a segunda dose. A orientação de interromper a vacinação vale também para adolescentes com comorbidades que tomaram a primeira dose de farmacêuticas ainda sem autorização para uso nessa faixa etária, como é o caso da AstraZeneca e da CoronaVac.

Apenas adolescentes com comorbidades imunizados com a Pfizer/BioNTech na primeira dose podem seguir com o processo de imunização e completar o ciclo vacinal, procurando os postos para receber a segunda dose.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Polícia prende autor de furto e receptador em Jardim
Mototaxista é preso por tráfico de drogas em Costa Rica
POLÍCIA
Mototaxista é preso por tráfico de drogas em Costa Rica
Filhotes de bem-te-vi são regatados após temporal
MEIO AMBIENTE
Filhotes de bem-te-vi são regatados após temporal
Comissão debate políticas públicas de apoio a vítimas de Covid-19
PANDEMIA
Comissão debate políticas públicas de apoio a vítimas de Covid-19
UNIÃO
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
DOURADOS
Com a cidade tomada por árvores caídas, Exército participa de mutirão de limpeza
TRAGÉDIA
Bombeiros encontram mais três corpos e número de mortos em naufrágio chega a seis
DIA MUNDIAL DA ALIMENTAÇÃO 
Voluntários participam de nova edição do "Marmitaço" contra fome em Dourados
PEDRO JUAN
Radialista vai à polícia após receber ameaças na fronteira
IMUNIZAÇÃO
Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido
CLIMA
ASSUSTADOR: Vídeo mostra chegada da tempestade de poeira em Dourados
CLIMA
Ventos de 40 km/h causam estragos em Dourados