Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397
MATO GROSSO DO SUL

Saúde nega que materiais hospitalares em centro de convenções estejam abandonados

02 março 2021 - 10h04Por Da Redação

Circula nas redes sociais, desde esta segunda-feira (1°), vídeo em que um homem acusa o Governo do Estado de deixar leitos hospitalares parados no Centro de Convenções Albano Franco, em Campo Grande. A informação propagada é falsa, segundo o Executivo.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES), o local é utilizado como depósito para EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) adquiridos pelo Governo e também doados por empresas.

Gerido pela FIEMS (Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso do Sul), o espaço foi doado pela instituição, que é parceira de trabalho do poder público no combate à Covid-19.

No  local estão armazenados, por exemplo, aventais, máscaras, luvas e outros equipamentos que são destinados, à medida do necessário, para as demandas de hospitais e outras unidades de saúde, tanto da Capital quanto do interior.

Camas

O Centro de Convenções Albano Franco também serve de depósito das camas hospitalares que foram utilizadas, no ano passado, nos hospitais de campanha em Campo Grande (no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul – HRMS) e em Ponta Porã (Hospital Regional Dr. José de Simone Netto).

As duas estruturas foram desativadas ainda em 2020 e as camas hospitalares estão agora depositadas no espaço do Centro de Convenções, tendo em vista a judicialização do pagamento das mesmas que encontra-se em andamento.

Vale ressaltar, que camas hospitalares não são leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Para serem classificadas como leitos de UTI, as "camas" precisam de profissionais especializados que fazem a gestão e manuseio correto de pacientes. E neste momento da pandemia há dificuldades para contratação de pessoal capacitado para o trabalho na linha de frente.

A SES esclarece, ainda, que os recursos próprios do Estado, ou mesmo as transferências do governo federal, são utilizados de forma responsável e transparente, tanto que os repasses federais para tratamento da Covid-19 foram encaminhados aos municípios ou utilizados na compra de equipamentos para distribuição a unidades hospitalares no combate à Covid-19, tendo os valores ou aquisições sido amplamente divulgados por ocasião dos pagamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mulher tem seios apalpados e irmão dela é agredido durante assalto
EMPREGO
Emprego na área atinge apenas 15% de profissionais até 3 meses após formatura
ESPORTE
Champions League Feminina: com brasileira Formiga titular, PSG elimina Lyon
Foragido da Justiça em MS é preso transportando 32 quilos de cocaína
POLÍCIA
Foragido da Justiça em MS é preso transportando 32 quilos de cocaína
BRASIL
Primeira reunião da CPI da Covid-19 será realizada depois do feriado
ESPORTE
Fórmula 1: Verstappen vence GP de Ímola, mas Hamilton continua na frente
EMPREGO
Inscrições para vagas com salários de até R$ 4,2 mil em Jardim terminam nesta segunda
EDUCAÇÃO
Estudantes poderão se inscrever para Vale Universidade Indígena a partir de maio
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
POLÍCIA
Motociclista tenta atropelar policial durante abordagem e acaba preso

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados