Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Reinaldo destaca confiança do empresariado em MS durante lançamento da linha de produção

15 junho 2015 - 17h15

O governador Reinaldo Azambuja participou do lançamento da pedra fundamental da segunda linha de produção de celulose da Eldorado Brasil, nesta segunda-feira (16), e destacou a confiança que os grupos empresariais têm em Mato Grosso do Sul quando decidem fazer grandes investimentos.

“O segmento industrial cresceu no Estado por causa dessa confiança, apoio do governo, responsabilidade mútua e cumprimento de acordos”, disse durante o evento que aconteceu na sede da fábrica, em Três Lagoas.

Reinado revelou que além de manter incentivos fiscais para a implantação na nova linha de produção, o Governo do Estado firmou termo que compromisso com a indústria para recuperação de rodovias e estradas vicinais importantes para o escoamento da produção.

Nesse termo ainda ficou acordada a pavimentação de estradas e a troca de pontes de madeira por estruturas de concreto. A Eldorado, como contrapartida, vai gerar mais de 20 mil empregos diretos e indiretos.

“Isso pra aumentar a logística e facilitar o escoamento da produção. Também queremos um governo parceiro na formação da mão de obra e gerar mais empregos para os moradores de Mato Grosso do Sul. Estamos trabalhando para fortalecer a economia do Estado”, discursou o governador.

A nova linha de produção de celulose da Eldorado Brasil em Três Lagoas deve ser inaugurada no primeiro semestre de 2018. Conforme o presidente da indústria, José Carlos Grubisich, ela terá capacidade produtiva de dois milhões de toneladas de por ano, podendo ter adicional e chegar a 2,7 milhões de toneladas/ano. Somando essa produção a primeira linha, que já está operando, a capacidade saltará para quatro milhões de toneladas anuais.

“A construção dessa nova unidade industrial da Eldorado representa benefícios para Três Lagoas, Mato Grosso do Sul e Brasil, representa a força da celulose no país”, disse Grubisich. Segundo ele, a indústria possui 200 mil hectares de florestas plantadas, exporta para mais de 30 países nos cinco continentes e fechou o ano de 2014 com faturamento de R$ 2,5 bilhões. O investimento da indústria no projeto vanguarda 2.0, como é chamada a segunda linha de produção, será de R$ 8 bilhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Major da reserva da PM morre em decorrência do novo coronavírus
REPARAÇÃO HISTÓRICA
Volks faz acordo para reparar violações dos direitos humanos na ditadura
CAMPO GRANDE
Homem invade casa da ex e agride atual com socos e golpe de marreta
BRASIL
Caixa Econômica lança a "Super Sete" nova modalidade de loteria
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados
RIO DE JANEIRO
Alerj autoriza continuidade do processo de impeachment contra Witzel
DESCAMINHO
Polícia apreende carreta com cigarros e causa prejuízo de dois milhões
JUSTIÇA
Loja deve trocar produto que apresentar defeito até 6 meses de uso
PRESIDENTE INVESTIGADO
Julgamento no STF sobre depoimento de Bolsonaro será em plenário virtual
ITAQUIRAÍ
Ação conjunta prende traficante e apreende duas toneladas de drogas

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado
DOURADOS
Motorista que fez 'strike' e atropelou cinco no Novo Horizonte é levado à PED
DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida