Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
EM MARACAJU

Reinaldo cobra melhoria em logística e garante redução do ICMS do diesel em julho

06 junho 2015 - 12h26

Participando do lançamento da 47ª edição da Expomara, em Maracaju, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse na manhã deste sábado (6) que se reunirá coma presidente Dilma Rousseff (PT) na próxima terça-feira (9) para discutir os problemas enfrentados no Estado com relação a logística.

“Ainda sofremos com a logística e prejudicamos as exportações de nossos produtos agrícolas. Na terça vou me reunir com a presidente Dilma Rousseff para discutir o pacote de concessões a ser lançado em rodovias e retomar as nossas ferrovias para tentar resolver os problemas de escoamento da safra em nosso Estado”, disse durante a abertura da feira.

Ele também afirmou que a partir do próximo mês, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do diesel será reduzido dos atuais 17%, para 12% e citou também de melhorias no tributo da energia elétrica.

“A partir do dia 1º de julho vamos reduzir o imposto. Não adianta recebermos recursos, investirmos em vários setores se não temos competitividade para atrair indústrias e grandes empresas. Com a redução do ICMS sobre o diesel e também da energia elétrica, entraremos em igualdade com outras regiões”, comentou.

A exemplo do que disse em Dourados há três semanas, no lançamento da Expoagro, Reinaldo Azambuja voltou a afirmar que o Mato Grosso do Sul não sente a crise econômica presenciada no Brasil.

De acordo com ele, enquanto o PIB (Produto Interno Bruto) tem caído consideravelmente, o setor agrícola cresceu neste primeiro quadrimestre do ano, o que tem ajudado o Estado.

“A crise econômica instaurada no Brasil não tem se refletindo por aqui. Recebemos investimentos diversos e várias empresas estão procurando o Mato Grosso do Sul para se instalar. O momento vivido pelo agronegócio é muito bom e isso tem feito o nosso Estado crescer”, finalizou.

EXPOMARA

A Expomara teve início na manhã deste sábado e segue até o dia 14 de julho. A expectativa do Sindicato Rural de Maracaju é de que a feira receba em torno de 25 mil pessoas durante o período. A entrada na feira é gratuita e apenas os shows serão cobrados.



Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Antecipação do INSS poderá ser pedida sem limitação de distância
ÁGUA CLARA
Carreta com sinais adulterados é apreendida em MS
REGIÃO
Morador de fazenda é preso por posse irregular de arma de fogo
BRASIL
Justiça Federal manda soltar acusados de invadir celular de Moro
FOGO
Exército dará apoio logístico no combate às queimadas no Pantanal
ELEIÇÕES 2020
Mais de 7 mil urnas eletrônicas serão usadas em Mato Grosso do Sul
DOURADOS
Prefeitura alega limitação financeira e crise pela Covid para não convocar remanescentes da Guarda
CAPITAL
Mulher com mandado de prisão em aberto é executada com oito tiros
ORDEM DO DIA
Aprovada exigência de álcool em gel em estabelecimentos de MS
CAMPO GRANDE
Oficina que deixou carro ao relento é condenada por danos materiais

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte