Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
IMPOSTO DE RENDA

Receita Federal vai monitorar 43 mil pessoas e empresas em 2018

27 dezembro 2017 - 06h58Por Agência Brasil

Em 2018, aproximadamente 43 mil contribuintes, entre pessoas físicas e jurídicas, serão monitorados de forma especial pela Receita Federal. Duas portarias publicadas na semana passada estabeleceram os critérios para os acompanhamentos Diferenciado e Especial, que ocorrem todos os anos nas empresas e pessoas físicas que, juntas, correspondem a 60% da arrecadação federal.

Pelas regras, serão submetidos à fiscalização diferenciada 8.969 empresas e 30,7 mil pessoas físicas. Mais 1.023 pessoas jurídicas e 2.377 pessoas físicas serão submetidas ao chamado acompanhamento especial.

Pessoas jurídicas

De acordo com a Receita Federal, serão enquadradas como Pessoas Jurídicas Diferenciadas em 2018 as empresas que tiveram, em 2016, receita bruta acima de R$ 200 milhões, massa salarial acima de R$ 65 milhões, débito declarado no Programa Gerador da Declaração (DCTF) acima de R$ 25 milhões ou débito declarado em Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social (GFIP) acima de R$ 25 milhões.

Já o acompanhamento especial em relação às pessoas jurídicas ocorrerá nas empresas que tiveram, em 2016, receita bruta acima de R$ 1,8 bilhão, massa salarial acima de R$ 200 milhões, débito declarado em DCTF acima de R$ 200 milhões ou débito declarado em GFIP acima de R$ 200 milhões.

Pessoas físicas

Em relação às pessoas físicas, o monitoramento diferenciado vai atingir os contribuintes que declararam, em 2016, rendimentos acima de R$ 10 milhões, bens e direitos acima de R$ 20 milhões ou realizaram operações em renda variável acima de R$ 15 milhões.

Serão enquadrados como contribuintes sob acompanhamento especial aqueles que, em 2016, declararam rendimentos acima de R$ 200 milhões, bens e direitos acima de R$ 500 milhões ou tiveram operações em renda variável acima de R$ 100 milhões.

“Nesse monitoramento, a Receita Federal se utiliza de todas as informações disponíveis, internas e externas, e poderá ainda contatar tais contribuintes para obtenção de esclarecimentos adicionais”, informou o Fisco, em nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADE MAIS SEGURA
Com apoio de helicóptero, PM inicia operação e mira regiões críticas de Dourados
TRÁFICO
Polícia Civil incinera mais de meia tonelada de drogas em Nova Andradina
ANTÔNIO JOÃO
Mulher é multada por criar porco do mato no quintal de residência
MATO GROSSO DO SUL
Fundação de Cultura prorroga inscrições de três editais até segunda-feira
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização
BRASIL
Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada
CENTRAL DO CIDADÃO
Com queda constante de energia e calorão, Secretaria proíbe ventiladores de servidores em repartição pública
CRIME AMBIENTAL
Comerciante é multado em quase R$ 13 mil por desmatamento
CAMPO GRANDE
Detran-MS e BPMTran recuperam moto furtada em agosto
REGIÃO
Veículo utilizado em crimes é apreendido pela polícia em Aparecida do Taboado

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
GRANDE DOURADOS
Cobertura de barracão de cerealista ‘voa’ com o vento; veja vídeo
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
DOURADOS
Délia decreta emergência por causa de danos provocados pela tempestade