Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
ASSEMBLEIA DE MS

Projeto que prevê informativos sobre adoção segue para sanção

24 novembro 2020 - 14h28Por Da Redação

O Plenário da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) aprovou, em redação final, o Projeto de Lei 18/2020, que determina aos hospitais e unidades de saúde, no âmbito do Estado, a afixação, em local visível e de acesso ao público, de cartazes informativos, de caráter educativo, dispondo sobre o procedimento legal para a entrega de filhos para adoção. A matéria segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Os cartazes devem conter as seguintes informações: "A entrega de filhos para adoção, mesmo durante a gravidez, não é crime. Caso você queira fazê-lo, ou conheça alguém nesta situação, procure a Vara da Infância e Juventude. Além de legal, o procedimento é sigiloso".

Os estabelecimentos de saúde que não cumprirem o dever de afixação dos cartazes estarão sujeitos à aplicação das seguintes penalidades administrativas: advertência para cumprimento da obrigação no prazo de 10 dias, multa no valor de 10 UFERMS (Unidades Fiscais de Referência de Mato Grosso do Sul), em caso de descumprimento da advertência e multa no valor de 20 UFERMS se for reincidente.

Ainda estão previstas penalidades administrativas aplicadas pelos órgãos, entidades ou instituições competentes para fiscalização da legislação de proteção à criança e ao adolescente. As multas serão recolhidas aos cofres públicos, especificamente, ao Fundo Estadual para a Infância e a Adolescência (FEINAD).

Em segunda votação, os parlamentares foram três projetos. O 139/2020, estabelece a obrigatoriedade de fornecimento pelas instituições de ensino público e privado de diploma impresso em Braille. O 158/2020 cria programa de capacitação de profissionais da Educação para atuarem na prevenção ao uso de drogas por crianças, adolescentes e jovens.

E o 210/2020, de autoria do Poder Executivo, acrescenta e altera a redação de dispositivos da Lei Estadual 5.587, de 29 de outubro de 2020. A intenção é atender a formalidades legais relativas à Lei Federal 173, que institui o Programa Federativo de Enfrentamento do Coronavírus e prevê, entre outras medidas, a suspensão do pagamento das dívidas que os estados, Distrito Federal e municípios tenham com a União.

Após a Ordem do Dia, o presidente da Casa Paulo Corrêa declarou luto oficial pelo falecimento do ex-presidente da ALEMS, deputado Roberto Orro, que ocorreu na noite de ontem, em Campo Grande. Os deputados lamentaram a morte e prestaram solidariedade ao colega Felipe Orro (PSDB), filho de Roberto. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministério da Saúde enviará 80 cilindros de oxigênio para Manaus
COLAPSO
Ministério da Saúde enviará 80 cilindros de oxigênio para Manaus
REGIÃO
Homem é flagrado dirigindo embriagado e acaba preso após abordagem
PANDEMIA
Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V
LAMA ASFÁLTICA
Ministro Humberto Martins nega suspensão de ação penal contra irmãs investigadas em MS
Inscrições para intercâmbio no STF são prorrogadas até dia 22
BRASIL
Inscrições para intercâmbio no STF são prorrogadas até dia 22
MS
Jovem é multado em R$ 5 mil após flagrante de papagaio em cativeiro
BRASIL
STJ mantém sessão do júri para julgar professor universitário acusado de matar diretor a machadada
MS
Granja em Rio Verde recebe primeiras 600 matrizes de suínos e consolida projeto de expansão do setor
BRASIL
Força-tarefa da AGU já atuou em mais de 50 ações contra o Enem
SEGURO
Susep anuncia Caixa Econômica Federal como novo gestor do DPVAT

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas