Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
LEGISLATIVO DE MS

Projeto determina que prédios tenham equipamentos de proteção coletiva

26 outubro 2017 - 13h35Por Da Redação

Prédio com pavimentos superiores pode se tornar palco de acontecimentos trágicos. Para evitar acidentes e suicídios, foi apresentado na sessão ordinária desta quinta-feira (26/10), Projeto de Lei determinando que empreendimentos com dois ou mais andares sejam dotados de guarda corpo e gaiola.

Shoppings, residenciais, comércios e empresas deverão instalar os equipamentos, como forma de impedir a queda de um andar para outro. O prazo para fixação dos dispositivos será até 31 de dezembro de 2018, caso o projeto se torne lei. “Acidentes em escadas e pessoas que cometem suicídio representam número alarmante em Mato Grosso do Sul, infelizmente, pela falta destes simples mecanismos de segurança”, disse o autor da proposta Maurício Picarelli (PSDB).   

Ao final do discurso, Picarelli afirmou que as medidas também irão gerar economia com os gastos hospitalares em face dos acidentes.

A matéria segue agora para a análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Ambiental fecha suinocultura em área protegida e autua gerente
VIREI BOIOLA
Bolsonaro faz piada homofóbica com guaraná no Maranhão; políticos reagem
AMAMBAI
Homem é preso em flagrante arrastando cadela pelas ruas
SISTEMA DE PAGAMENTO
Pix começa a funcionar no dia 3 de novembro para clientes selecionados
MEIO AMBIENTE
PMA Captura jiboia de quase três metros e arara ferida em residências
BRASIL
Justiça manda Saúde dizer se feijão do Pastor Valdemiro cura Covid-19
MS
Operação “Divisas Integradas III” apreende mais de 7 toneladas de drogas
MORTA A FACADAS
Brasileira é uma das três vítimas do atentado em Nice, na França
CAPITAL
Polícia demora 8 horas para prender, mas ladrão é solto em 3 minutos
DENTISTA
Cassems ressalta a importância da saúde bucal desde a primeira infância

Mais Lidas

PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
BRASIL
Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais é preso no Paraná
VILA VARGAS
Hotéis em distrito de Dourados eram utilizados como entreposto do contrabando
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização