Menu
Busca terça, 21 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
AMAMBAI

Professores podem entrar em greve e não terminar ano letivo

30 setembro 2014 - 11h32

Os trabalhadores na Reme (Rede Municipal de Ensino) de Amambai poderão não iniciar as aulas no próximo ano letivo ou mesmo não encerrar o ano letivo de 2014. O anúncio foi feito pela direção do Simted de Amambai (Sindicato Municipal dos Trabalhadores na Educação).

O problema, segundo a presidente do Simted, professora Olga Tobias Mariano, é que a prefeitura não está cumprindo a Lei do Piso Nacional e se nega a negociar. “A prefeitura não tem atendido ao pedido de audiências feito pelo sindicato e nem acenado para o cumprimento das reivindicações já apresentadas pela categoria”, critica.

Ainda de acordo com a presidente do Simted, o prefeito não tem demonstrado o menor interesse em dialogar com a categoria. “Já encaminhamos diversos ofícios ao executivo e ele não tem manifestado disposição em receber a diretoria do sindicato”, lamenta Olga. “A única resposta que nos deu foi que não tem nenhuma proposta formulada”, disse.

Entre as principais reivindicações apresentadas pela categoria está o cumprimento da Lei Federal número 11.738/08, a chamada Lei Piso, a partir do dia 1º de janeiro, com correção do piso conforme índice do Ministério da Educação (MEC) e o estabelecimento de uma política de valorização dos profissionais da educação com crescimento progressivo até chegar no piso nacional da categoria para 20h/aula.

“Isso é o que queremos, pois nossos salários vêm sofrendo um achatamento há muito tempo. A prefeitura não está considerando nosso PCC. O aumento, que ocorre em março, é o do índice geral, para todos os servidores, não está cumprindo o índice da Educação”, critica.

Outro lado

A secretária municipal de Educação, professora Vera Lorensetti, afirma que o executivo municipal está fazendo levantamento dos recursos disponíveis para a educação e que uma proposta será elaborada pela administração. “Estamos abertos a negociação com o sindicato. No momento, estamos estudando criteriosamente os números para formatar uma proposta que será apresentada a categoria dos trabalhadores na educação”, diz a secretária.

Assembleia

A direção do Simted está convocando os trabalhadores da Reme para participarem de assembleia geral onde serão tratados assuntos referentes às reivindicações da categoria. Na oportunidade, a proposta de paralisação será colocada para apreciação dos trabalhadores. A assembleia está marcada para acontecer no dia 29 de outubro, às 9h30, na sede do Simted.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
Homem é preso com carro roubado no RJ que seria levado para a Bolívia
IFA
Fiocruz recebe na quarta insumos para produzir 5,2 milhões de doses
NOVA ANDRADINA
Homem é preso pela após agredir esposa durante discussão
BRASIL
Governadores dizem que alta na gasolina é 'problema nacional'
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
Idoso morre após 1 mês internado e família procura ciclista suspeito
REGIÃO
Mais Social: beneficiários já podem utilizar créditos nesta terça-feira
Mulher finge dormir e flagra marido estuprando neta de 9 anos
ESTADOS UNIDOS
Presidente Bolsonaro se reúne com primeiro-ministro britânico nos EUA
PEDRO JUAN
Irmãos executados na fronteira foram vítimas de fugitivo de presídio
DOURADOS
Vereadores aprovam programa de regularização de edificações

Mais Lidas

DOURADOS
'Buguinha' é presa e diz que matou caseiro por legítima defesa
EVENTO CLANDESTINO
PM encerra festa com pelo menos 2 mil pessoas em Dourados
DOURADOS
Envolvida em execução de detetive é presa novamente em Dourados
LOTERIA
Douradense fatura R$ 31 mil ao acertar na quina