Menu
Busca sexta, 15 de outubro de 2021
(67) 99257-3397

Polícia investiga suposto pai de santo por estuprar e ameaçar mãe e filha

10 dezembro 2020 - 22h35Por Da Redação

A Polícia Civil investiga um homem, que diz ser pai de santo, pela suspeita de estuprar uma mulher de 38 anos e filha dela de 6 anos, em um Centro Espirita localizado no Bairro Coophavila II em Campo Grande. O homem ainda teria ameaçado a mulher, dizendo que ela receberia um castigo mortal por desobedecer ordens da entidade, além de afirmar que era membro da facçãi criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e que a mataria junto de suas filhas, caso contasse o que ocorria no centro espírita.

Conforme relatos da mulher à polícia, começou a frequentar o Centro Espirita mantido pelo suposto pai de santo, o qual sentiu uma grande influencia sobre ela, por isso passou a se dedicar aos trabalhos destinados aos filhos de santo, tanto na manutenção física do local quanto nas obrigações e ritos religiosos. Preparava alimentos antes das cerimonias e ficava após o término das reuniões também.

Segundo o site Campo Grande News, o primeiro dia que ficou após as sessões, o homem disse que precisava realizar certos rituais envolvendo a pratica sexual entre a vítima e a “entidade” (espirito que ele dizia incorporar). Ao negar, a mulher foi agredida com tapas e socos e ameaçada enquanto ouvia que receberia um castigo mortal por desobedecer às ordens da entidade.

Com medo, a mulher acabou mantendo relações sexuais com o suspeito. Após o ato, o homem passou a agir de forma ainda mais violenta usando a autoridade religiosa para obrigar a vítima a práticas sexuais, inclusive na presença de outros devotos.

A mulher ainda relata que foi obrigada a usar cocaína, o que nunca havia feito antes. Em determinado momento o pai de santo disse que para abrir um portal espiritual precisava manter relações com ambas as filhas da vítima. Mesmo sabendo que era errado, a mulher levou as meninas, mas não as deixou sozinhas.

Uma outra mulher que também frequenta o centro, tomou conhecimento após conversar com a filha mais nova da vítima. A criança disse que o suspeito a beijou na boca e que passou a mão nela, enquanto a mãe não via.

No registro policial, a mulher ainda contou que foi ameaçada de morte pelo suspeito caso contasse a alguém o que acontecia no centro espírita. O homem disse que fazia parte do PCC e que a mataria e mataria suas filhas. O caso foi registrado na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher). 

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUTOMOBILISMO
Fórmula 1 anuncia temporada 2022 com recorde de 23 corridas
BRASIL
Butantan recebe autorização para iniciar testes de soro anti-covid
Após tentativa de fuga, mulher entrega casal de traficantes que acaba preso
AQUIDAUANA
Após tentativa de fuga, mulher entrega casal de traficantes que acaba preso
Acusado de distribuir cocaína para traficantes menores é preso
REGIÃO
Acusado de distribuir cocaína para traficantes menores é preso
Em atitude suspeita, jovem acaba presa por receptação
ANASTÁCIO
Em atitude suspeita, jovem acaba presa por receptação
BRASIL
CPI da Pandemia redefine último dia de depoimentos na semana que vem
DOURADOS
Com instabilidade na rede elétrica, central de vacinação interrompe serviços
TEMPORAL
Ruas são interditadas em Dourados após vendaval; veja quais
CLIMA
Alan decreta situação de emergência após temporal que deixou rastro de destruição em Dourados
DOURADOS
Asfalto de avenida cede na região Norte e trânsito é interrompido

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia indicia três e recupera R$ 32 milhões de golpe milionário em empresa
FRONTEIRA
"Olheiro" de vítimas da chacina em Pedro Juan é preso
VIOLÊNCIA
Ataque na fronteira deixa um morto e dois feridos, entre eles vereador
CLIMA
Chuva e ventos fortes derrubam árvores em Dourados e causam estragos em posto da PRF