Menu
Busca sexta, 15 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
COIOTE KAIOWA

Polícia acaba com esquema de aposentadoria em MS

24 novembro 2015 - 12h32

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, dia 24 de novembro, através da delegacia de Ponta Porã, em conjunto com a Assessoria de Pesquisa Estratégica do Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal, a Operação Coiote Kaiowá nas cidades de Amambai e Aral Moreira, na região de fronteira com o Paraguai.

A ação teve por objetivo desmantelar organização criminosa responsável no esquema de fraudes envolvendo a confecção de registros de nascimento ideologicamente falsos visando à concessão de aposentadorias rurais para indígenas.

Além disso, a quadrilha potencializava os seus lucros mediante a contratação de empréstimos consignados fraudulentos.

Durante a ação, foram cumpridos quatro mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal, nas cidades de Amambai e na aldeia Guassuty, em Aral Moreira.

Entre os alvos da operação estão o casal proprietário de uma financeira especializada em créditos consignados, bem como um ex-capitão da Aldeia Guassuty.

A fraude consistia na falsificação de certidões de atividade rural da Funai (Fundação Nacional do Índio) e no registro civil fraudulento de indígenas provenientes do Paraguai e de indígenas inexistentes.

A operação foi batizada “Coiote Kaiowá” em alusão aos “coyotes”, apelido dado aos atravessadores de pessoas na fronteira entre o México e os Estados Unidos. Segundo as investigações, os envolvidos criavam documentação nacional para indígenas da etnia Kaiowá provenientes do Paraguai passarem a residir no Brasil recebendo aposentadoria.

Identificou-se, também, que a organização criava indígenas fantasmas no intuito de se apropriar de suas aposentadorias.

Levantamentos preliminares detectaram que foram evitados prejuízos ao INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) em torno de R$ 4 milhões. No entanto, durante as buscas foram apreendidas enormes quantidades de documentos que indicam que o montante das fraudes pode ultrapassar em muito esse valor.


Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Decreto reabre crédito de R$ 1,6 bi para aquisição de vacinas
Trabalhador tem celular levado em assalto na Hayel Bon Faker
DOURADOS
Trabalhador tem celular levado em assalto na Hayel Bon Faker
Douradense gasta quase R$ 1 mil em roupas na internet e recebe triângulo de sinalização 
GOLPE
Douradense gasta quase R$ 1 mil em roupas na internet e recebe triângulo de sinalização 
Após amputar o pé por conta de acidente, jovem faz "vaquinha" para comprar prótese
DOURADOS
Após amputar o pé por conta de acidente, jovem faz "vaquinha" para comprar prótese
COTAÇÃO
Dólar volta a subir e fecha cotado a R$ 5,30, com temores sobre coronavírus
PANDEMIA
Dourados deve ter doses para imunizar 24,5 mil pessoas contra o coronavírus na primeira remessa
RIO BRILHANTE
Com ajuda de farejador, polícia fecha "boca" e prende membros de facção
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas  
BRASIL
Fabricante de oxigênio diz enfrentar crise sem precedentes no Amazonas
BR-158
Carreta tomba e derrama 22 mil litros de óleo diesel em rodovia federal

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura corta mais de 400 cargos comissionados de uma só vez
CLIMA
Chuva alaga ruas no centro de Dourados após calor acima de 38°C
PEDRO JUAN
Policial é executado com tiros de fuzil na fronteira
BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão