Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
NOVA VERSÃO

Polícia de Ivinhema prende suspeito de ter matado filha de PM

21 novembro 2015 - 20h48

O Delegado Titular da Delegacia de Polícia Civil de Ivinhema, Ricardo Cavagna, autuou em flagrante delito, o jovem Caio Staut de 19 anos, por homicídio doloso, acusado de matar a jovem Marielle Vieira, 18 anos, com um tiro na cabeça, na noite desta sexta-feira, dia 20 de novembro, na rua Maria Crispim Andrade Chacarosque, no centro de Ivinhema.

Ao site Jornal da Nova o Delegado Cavagna explicou que o acusado e um adolescente de 16 anos, primeiramente contaram uma história fantasiosa que não colou e o delegado desconfiado acabou desvendando o caso.

Primeiramente os jovens disseram que estavam no lado de fora da residência e, quando, ouviram um estampido de arma de fogo, foram para o interior da residência e encontraram Marielle já morta. Durante os interrogatórios, o delegado juntou as peças e algo não batia com as informações dadas pelos jovens e resolveu juntamente com a equipe policial voltar à residência, onde a jovem foi morta.

No banheiro da casa, exatamente no vaso sanitário, foi encontrada a cápsula deflagrada calibre 38, bem como já havia apreendido antes, durante a perícia, o projétil que transfixou a cabeça da jovem. Em revistas, foi localizada a arma do crime, um revólver calibre 38.

De volta à Delegacia, Caio acabou contando outra versão dos fatos e teria confessado que foi ele, que estava com a arma. Durante depoimento ele disse que a jovem estava no banheiro e, quando ela saiu, ele mostrou a arma para a jovem, que acabou disparando acidentalmente, atingindo a nuca e transfixando a parte frontal da cabeça, levando a jovem a morte instantânea.

A vítima era do grupo de jovens da Igreja Católica, o pai policial militar aposentado e a mãe trabalha no fórum de cidade.

“Caio jogou a cápsula no vaso sanitário e deu descarga, porém, não adiantou, pois localizamos a mesma e ficou evidente que a cena do crime, não era a mesma primeiramente fornecida por ele, que acabou falando esta última versão”, disse Cavagna, ressaltando que após a oitiva, deu voz de prisão em flagrante ao jovem por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Caio permanece preso à disposição da Justiça. Especialistas na área de direito, disseram à reportagem que o jovem pode ser liberado, conforme a lei vigente. Por ter menos de 21 anos, primário, endereço fixo entre outros dados, que poderão favorecer num eventual alvará de soltura.

O Delegado disse que irá despachar nos próximos dias o Inquérito Policial, para o Poder Judiciário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: entidade orienta sobre vacinação em pacientes reumáticos
Homem é preso portando arma de fogo e munições em Ponta Porã
FRONTEIRA
Homem é preso portando arma de fogo e munições em Ponta Porã
EM INVESTIGAÇÃO
Corpo é encontrado em calçada na Capital e suspeita é de homicídio
Prefeitura faz poda de emergência e limpeza na área central
DOURADOS
Prefeitura faz poda de emergência e limpeza na área central
Paulista leva multa de R$ 50 mil por incêndio em vegetação nativa
CRIME AMBIENTAL
Paulista leva multa de R$ 50 mil por incêndio em vegetação nativa
DOURADOS
Taxa de ocupação de leitos públicos de UTI cai para 97%
COVID
Hernanes testa positivo e desfalca São Paulo contra Athletico
PANDEMIA
Em 24 horas MS registra 1.316 exames positivos de Covid e 13 mortes
FUTEBOL
Vasco recebe Coritiba em busca de vitória para se afastar do Z-4
PANDEMIA
Dourados tem mais três mortes por Covid em dia com 183 novos casos

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas