Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
OPERAÇÃO MIGUELITO

PF cumpre mandados em MS contra assaltantes de banco

30 novembro 2017 - 09h23Por Da Redação, com PF

A Polícia Federal, com o apoio da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Paraná (Sesp), deflagrou nesta quinta-feira (30/11) a Operação Miguelito, com o objetivo de desarticular organizações criminosas voltadas a práticas de crimes contra agências bancárias. Mandado de busca e apreensão é realizado em Mato Grosso do Sul, na cidade de Nova Andradina

Conforme a PF, investigações nos últimos 18 meses detectaram pelo menos dois grupos responsáveis por ataques a instituições financeiras em 20 agências bancárias nos Estados de São Paulo e Paraná. 

Nas ações criminosas os grupos utilizavam armas de grosso calibre – em sua maioria fuzis – com táticas de realização de diversos disparos durante os delitos, espalhando clima de terror na população de pequenas cidades.

Visando impedir a ação policial local, realizavam disparos em direção ao destacamento policial para intimidar qualquer tipo de repressão. Em alguns dos roubos, houve a utilização de reféns como escudos humanos durante os confrontos ou durante as fugas. 

Em um desses confrontos, na data de 7 de abril, houve a morte de seis integrantes de um dos grupos em Alvorada do Sul (PR), quando estes retornavam de mais uma ação de explosão de agências bancárias.

Ao fugirem pelas águas do Rio Paranapanema, foram interceptados por policiais federais e reagiram à abordagem, culminando nas mortes. Foram apreendidos fuzis, pistolas, coletes balísticos, explosivos e valores subtraídos das agências atacadas. 

A operação de hoje vista tirar de circulação os demais integrantes desse grupo criminoso, que no mesmo dia da ação em Cruzália (SP) explodiu uma agência bancária em Itambé (PR), bem como outro grupo criminoso, baseado em Curitiba (PR) e responsável por ataques a agências bancárias nas cidades de Marialva e Mandaguaçu, ambas no Paraná. 

Os criminosos responderão pelos crimes de organização criminosa, roubo agravado, latrocínio (roubo seguido de morte) em sua forma tentada, porte de arma de fogo de calibre restrito e exposição a perigo mediante explosão. Se condenados, poderão ter penas que podem passar dos 30 anos de prisão. 

Mandados

Cerca de 100 policiais federais cumprem 35 mandados judiciais, sendo 10 mandados de prisão preventiva, 5 mandados de prisão temporária, 2 mandados de condução coercitiva e 18 mandados de busca e apreensão, nas cidades de Londrina, Cambé, Arapongas e Curitiba, no estado do Paraná; Sandovalina e Euclides da Cunha Paulista, em São Paulo; e Nova Andradina, no Mato Grosso do Sul.

Todos os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Maringá (PR). 

Operação 

O nome Miguelito é referência aos instrumentos compostos de pregos retorcidos e espalhados pelas quadrilhas nas vias de fuga das ações para dificultar perseguições policiais. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEM MUDANÇAS
Decreto mantém regras de prevenção contra a Covid em Dourados por mais 14 dias
DOURADOS
Construtora se exime de culpa por má sinalização em obra e diz que motorista foi imprudente
ECONOMIA
Ipea revisa para cima projeção da taxa do PIB no setor de agronegócio
CHAPA ÚNICA
Indústria frigorífica de MS elege nova diretoria do Sicadems para o triênio 2020/2023
CULTURA
Fundação prorroga inscrições da Lei Aldir Blanc para artistas de MS até dia 30
CAMPO GRANDE
Polícia Civil apreende cocaína e prensas usadas para remodelar tabletes
PANDEMIA
Decreto estabelece normas de biossegurança para o Dia de Finados em Dourados
JUSTIÇA
Fux diz que atuação do STF na pandemia está na vanguarda mundial
BRASIL
Receita abre amanhã consulta ao lote residual de restituição do IRPF
CULTURA
FCMS lança mais seis editais da Aldir Blanc no valor de R$ 1,4 milhão

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente entre carreta e motocicleta mata mulher na BR-163
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
DOURADOS
Motorista bêbado causa acidente em semáforo da Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada