Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
(67) 99659-5905
INTEGRAÇÃO

Parceria entre Estado e União garante mais recursos para a saúde de MS

17 fevereiro 2020 - 15h20Por Da redação

O apoio do Ministério da Saúde tem sido fundamental na reestruturação regional de saúde no Estado. Afirmou o governador Reinaldo Azambuja durante abertura do Encontro Estadual de Vigilância em Saúde nesta segunda-feira (17).

 “Maior recurso disponibilizado pelo Ministério da Saúde em toda história de Mato Grosso do Sul. Por exemplo, vamos finalizar até o meio do ano o Hospital de Três Lagoas, até o final do ano o Hospital do Câncer aqui em Campo Grande, todos os andares prontos e todos os equipamentos disponibilizados. Isso só foi possível com o apoio do Mistério da Saúde”, destacou enfatizando o nome do ministro, Luiz Henrique Mandetta.

O governador ressaltou que através dessa parceria todos os municípios serão beneficiados com equipamentos e investimentos para finalizar as obras nos polos regionais, além da estruturação da atenção especializada. E destacou ainda, o papel de cada profissional na saúde no combate as endemias. “Os avanços que a medicina tem dado, aumentam a expectativa de vida dos brasileiros. Isso é um trabalho importante, mas o dia a dia da atenção primária é fundamental, sem esse trabalho nós não teremos no Brasil uma saúde melhor”.

Em seu pronunciamento o ministro da saúde, reforçou o compromisso de continuar avançando nas questões de saúde para o Estado. “Esse ano nos completamos mais de R$ 400 milhões de investimentos em Mato Grosso do Sul. No governo Reinaldo, pela primeira vez nós vamos sair daquela ótica de amulancioterapia. Com os polos fortalecidos, vamos ver se a gente deixa como legado para os outros poderem tocar”, declarou Mandetta. 

Durante o encontro foram assinados, o Acordo de Cooperação para implantação do Projeto Wolbachia, que estabelece a instalação da biofábrica na sede do LACEN (Laboratório Central) estadual, e o Termo de adesão do município de Campo Grande ao Projeto Estadual e-Visita Endemias, que vai distribuir 600 aparelhos celulares para o monitoramento dos criadouros de mosquitos na Capital.

Ao lado do ministro Mandetta o governador Reinaldo também fez a entrega simbólica de 52 Monitores Multiparamétricos, 28 Desfibriladores/Cardioversores, caixas cirúrgicas e outros equipamentos de saúde para os municípios do Estado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MPF ajuíza ação pedindo atendimento para indígenas residentes em áreas urbanas
REGIÃO
PMA flagra trio por pesca ilegal no rio Paraná
MATO GROSSO DO SUL
Hospitais terão que informar Secretaria sobre situação de internações por Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Aprovada utilização de Libras nos programas da rede pública de TV
ECONOMIA
Dólar fecha em queda com exterior e dados de varejo
DESMATAMENTO
Gaúcho leva multa de R$ 33 mil por crime ambiental praticado em MS
EDITAL CORONAVIDAS
Extrato - Edital 001/2020 – Chamada Pública
POLÍTICA
TJMS libera Dagoberto Nogueira de pagar mais de R$ 500 mil por propaganda irregular
PERSEGUIÇÃO
Homem morre após capotar carro com 1,7 mil pacotes de cigarros durante fuga
EDUCAÇÃO
MEC anuncia que Enem será em 17 e 24 de janeiro de 2021

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar secretário pode ter tido surto de esquizofrenia
BR-163
Casal que morreu ao bater em carreta morava em Campo Grande
PANDEMIA
Dourados confirma mais três óbitos por coronavírus e ultrapassa 3 mil casos
PANDEMIA
Comerciante de 45 anos é a 37ª vítima do coronavírus em Dourados