Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
ARTIGO

Pais precisam estimular a leitura

05 dezembro 2019 - 09h45Por Wilson Aquino

É preocupante a distância que crianças, jovens e adolescentes mantêm dos livros. Nesses tempos modernos, de tecnologia avançada, essa distância aumenta ainda mais. Os pais, que deveriam ser os maiores influenciadores para que esse hábito se instalasse nos lares, não o fazem, pois também leem. Poucos, bem poucos realmente, estimulam os filhos desde criança a terem o prazer da leitura, que abre portas e janelas para um mundo infinito de conhecimento, de descobertas, de emoções que estimulam a imaginação, melhoram o intelecto, tornando as crianças mais ativas e criativas.

Se não trabalham com seus filhos o hábito da leitura, certamente não sabem da importância dos livros na formação do indivíduo e futuramente, como bom profissional. Quem lê se sobressai  a um grupo de profissionais, do mesmo nível, que não lê. Isto, sem contar com outros  benefícios como mais segurança à criança, jovem e adolescente, como indivíduo, que terá maior desenvoltura no trato de qualquer assunto.

Hoje em dia, quando  os aparelhos celulares, tabletes e computadores permitem o acesso a uma infinidade de informações e ações que permitem a todos desfrutar, mesmo assim, não se comparam com o prazer e a importância da leitura dos livros. São eles que além dos benefícios intelectuais, permitem também o conhecimento variado  de ideias e auxiliam no enriquecimento do vocabulário  usado tanto na escrita como na fala do indivíduo que lê.

Em suma, a tecnologia eletrônica tem sim relevante importância na vida das pessoas, mas o que se subtrai do hábito da leitura de livros não se compara. Os livros são excepcionais.

Agora mesmo jovens em todo o país correram para prestar as provas do Enem, ávidos por alcançar boa pontuação  para poderem ingressar nas melhores universidades. Sobre esse episódio levanto aqui duas situações importantes e que estão relacionadas com o hábito da leitura: A primeira refere-se às redações. Como em todos os anos, vimos, até as provas de 2018, as mais absurdas formas de expressão de ideias dos estudantes sobre os temas propostos. Certamente o resultado deste ano, que sai em janeiro de 2020, não será diferente: haveremos de colher verdadeiras pérolas. Erros grosseiros que fogem do tema proposto, bem como também verdadeiros assassinatos da língua portuguesa.

O outro ponto a se destacar sobre as provas do Enem é que as maiores notas, as maiores pontuações, nas redações principalmente, estão ligadas a jovens que cultivam o bom hábito da leitura.

Pais sábios, portanto, trabalham isso desde cedo  com seus filhos. Os gibis são uma ótima introdução ao mundo da leitura. Os livros ilustrados de historinhas infantis também contribuem muito para isso, despertando a imaginação em relação a lugares, fatos e pessoas envolvidas nos enredos. Quando elas forem “fisgadas” por esse bom hábito, tudo o que os pais podem fazer então é procurar alimentá-los com novos e empolgantes títulos e é indispensável fazê-los comentar e contar as histórias que conheceram. A narrativa ajuda muito na coordenação de ideias e no armazenamento de conhecimentos, além de uma infinidade de outros benefícios. Sem contar que quando os pais demonstram interesse, mais a criança, o jovem ou adolescente, se estimulam a obter novos conhecimentos e emoções, para poder partilhar, tornando o relacionamento familiar mais alegre e fortalecido.

A leitura das Escrituras Sagradas também é de fundamental importância não apenas para as crianças, jovens e adolescentes, mas para toda a família, pois aumenta o testemunho da grandiosidade e do poder de Deus, Criador do céu e da Terra, e permite que o lar receba inúmeras bênçãos. A bela história de Jesus Cristo, por exemplo, ensina bons hábitos e costumes, além da formação e fortalecimento moral e espiritual do indivíduo.

Aprendem também que estão ali, de fato, grandiosos ensinamentos e indicam a solução para absolutamente qualquer dúvida ou problema que o indivíduo ou a família possam enfrentar na longa jornada da vida. Não tenha dúvida, um bom livro nas mãos é realmente tudo de bom!

 

*Jornalista e Professor

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Começam nesta segunda-feira as aulas de forma remota na UFGD
AVANÇO DA COVID-19
Brasil se aproxima de 95 mil mortes por Covid, com média de 995 por dia
CAMPO GRANDE
Guarda patrimonial é preso por dirigir embriagado dentro do Detran
MEIO AMBIENTE
Paulista é autuada em R$ 116 mil por desmatamento para pastagem
PANDEMIA
Idosa morre em Aquidauana por Covid-19 e óbitos chegam a 15
COMÉRCIO EXTERIOR
Balança comercial tem superávit recorde de US$ 8,06 bilhões em julho
CAPITAL
Polícia apreende quase 4 toneladas de maconha que seguiria para o RJ
PANDEMIA
Taxa de letalidade da Covid-19 sobe para 1,6% em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta e volta a superar R$ 5,30
AÇÃO CONJUNTA
Operação intensifica combate aos incêndios na região do Pantanal

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa