sábado, 04 de dezembro de 2021
Dourados
35°max
22°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
37°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ARTIGO

Pais e filhos

25 novembro 2020 - 11h01Por Denise Caramori

A primeira interação social do ser humano é o vínculo entre pais e filhos. A criança “convivendo” bem com os pais, vai aprender a se relacionar bem com outras pessoas, em qualquer situação de interação social. Se a criança não sabe o que tem que fazer, os pais à ensinam, se ela persiste no erro, os pais à corrigem quantas vezes forem necessárias, correção é amor. Errar é humano e faz parte do processo de aprendizado. 

Com o passar do tempo, e com a convivência com os filhos, a idéia de que fazemos, do comportamento deles em determinadas circunstâncias é intuitiva, e, se alguma coisa não nos parece certa, é sinal de que é preciso ficar mais atento, filhos não vem com um botão de “piloto automático”.   

Como pais, nem sempre sabemos o que não se encaixa, mas sabemos quando alguma coisa não esta certa no comportamento dos nossos filhos, por isso é importante estarmos sempre atentos, observando seu dia a dia. Não é comum o isolamento, a agressividade, a alteração no humor ou o excesso de sono, estes são sinais do comportamento de alguém que precisa de ajuda. 

Nossos filhos estão cercados por amigos que o respeitam? Nossos filhos conhecem suas próprias fraquezas e vulnerabilidades? E nós como pais, os ajudamos a desenvolver suas habilidades? Sim, é preciso observar, com atenção e cuidado, porque no centro de tudo, de cada comportamento e de cada uma das suas atitudes estão a relação dos nossos filhos com as pessoas que os rodeiam e os estimulam, para o bem ou para o mal. 

Tudo o que o ser humano precisa é sentir-se amado e incluído, e isto tem tudo a ver com relacionamentos, confiança, credibilidade, sensação de segurança e amor. Quando alguém não desenvolve habilidades de assimilar as regras definidas na relação entre pais e filhos é mais difícil se relacionar com outras pessoas, por isso, geralmente, crianças e adolescentes que tem dificuldades de relacionamento com os pais acabam se isolando em sociedade.

O carinho e o amor permitem que o cérebro desenvolva uma capacidade latente de afeto. A partir desta “base doméstica” afetuosa, desde a primeira infância, elas vão lidar melhor com as frustrações e aprender a desenvolver senso de competência e autodomínio.

Quanto mais relacionamentos saudáveis a criança tiver, mais saudável será seu crescimento. Os relacionamentos são os agentes de mudança, e a terapia mais poderosa que existe é o amor.

Psicopedagoga/Terapeuta

Equoterapeuta/Equitadora

denicaramori@hotmail.com  
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEPUTADOS

Audiência na Câmara discutirá implementação da Política Nacional de Defesa

DEZEMBRO VERMELHO

Após 40 anos do primeiro caso, epidemia de HIV/aids ainda mata brasileiros

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil
SAÚDE PÚBLICA

Ministério oferece mais de 21,5 mil vagas para Médicos pelo Brasil

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã
REGIÃO

Polícia prende homem por descumprimento de medida protetiva em Ponta Porã

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência
ILUMINAÇÃO ROXA

Congresso chama atenção para violência contra mulheres com deficiência

INTERNACIONAL

Especialista diz que infecções são leves em crianças sul-africanas

TRÊS LAGOAS

Acusado de tentativa de furto cai de telhado de 4 metros ao tentar fuga

TRAGÉDIA

Homem morre afogado em córrego em área rural de Campo Grande

INTERNACIONAL

Manifestantes marcham contra restrições da covid no noroeste da Europa

SEM DOCUMENTAÇÃO LEGAL

Cigarros eletrônicos avaliados em R$ 4 mil são apreendidos em Ponta Porã

Mais Lidas

DOURADOS

Presos em entreposto no Parque Alvorada usavam loja de celular como fachada para tráfico

CRIME

Operação contra o tráfico em Dourados levou 23 para delegacia e fechou "shopping" da droga

TRAGÉDIA

Trabalhador morre após queda de laje em Dourados

REGIÃO

Envio de 23t de maconha à São Paulo foi comemorado por 'patrão do tráfico' com prostituta de luxo