Menu
Busca sábado, 16 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
CUIDADOS

Paciente suspeito de ebola apresenta bom estado geral de saúde, diz Fiocruz

12 novembro 2015 - 20h50

O paciente com quadro suspeito de ebola fez exames laboratoriais de rotina após ser transferido para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas da Fundação Oswaldo Cruz (INI/Fiocruz), em Manguinhos, na zona norte do Rio. Segundo a Fiocruz, os resultados “não apresentaram importância médica” e o homem chegou ao instituto, em bom estado geral, sem febre, lúcido e cooperativo, mas estava desidratado e se queixou de dor de cabeça e falta de apetite.

A Fiocruz informou ainda que assim que chegou ao INI, no começo desta madrugada, foi coletado material do paciente para o teste especifico para ebola, que foi encaminhado para o laboratório de referência, do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). “O paciente continuou recebendo o tratamento profilático para malária e hidratação intravenosa. Permaneceu afebril durante a noite e apresentou um episódio de diarreia no início da manhã”, diz o boletim divulgado hoje (12) pela Fiocruz.

No final da manhã, depois de nova avaliação, foi constatado que o homem permanece sem febre, mas já aceitava alimentação. “O paciente está calmo. Foi informado da suspeita diagnóstica e está ciente da necessidade de isolamento”.

O Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas é referência nacional para casos de ebola e segue o protocolo de segurança. O paciente, que é brasileiro e tem 46 anos, foi levado em uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o hospital. Ele desembarcou na Base Aérea do Galeão, na Olha do Governador, zona norte do Rio, procedente de Belo Horizonte em um avião da Força Aérea Brasileira.

Na terça-feira (10), depois de ser atendido na Unidade de Pronto-Atendimento da Pampulha, em Belo Horizonte, onde relatou febre alta e dores muscular e de cabeça, foi identificado como suspeito de infecção pelo ebola e encaminhado para o Hospital Eduardo de Menezes, referência em infectologia. O homem chegou ao Brasil, vindo da Guiné, na sexta-feira (6) e dois dias depois começou a apresentar os sintomas.

De acordo com a Fiocruz, se o resultado do primeiro teste, que será divulgado após 24 horas, for negativo, um novo exame será feito e o resultado, novamente, será divulgado após mais um período de 24 horas. Segundo o Ministério da Saúde, o nome do paciente não foi divulgado para preservar a sua privacidade e os direitos legais. "As autoridades sanitárias reforçam que o nome deve ser preservado".

Deixe seu Comentário

Leia Também

SES discute com Ministério da Justiça Operação de Distribuição de Vacina
CORONAVÍRUS
SES discute com Ministério da Justiça Operação de Distribuição de Vacina
EDUCAÇÃO
Estudantes podem conferir locais de prova do Enem Digital
'Disciplina do PCC' é preso por tráfico de drogas em Rio Brilhante
POLÍCIA
'Disciplina do PCC' é preso por tráfico de drogas em Rio Brilhante
FLAMENGO
Ministério Público denuncia 11 pessoas por incêndio no Ninho do Urubu
Ambiental captura tamanduá-bandeira em cima de muro de clube 
AMAMBAI
Ambiental captura tamanduá-bandeira em cima de muro de clube 
SELEÇÃO
Sebrae abre processos seletivos com vagas para a Capital e interior
CATANDUVAS
Operação garante transferência de "Bonitão" para presídio federal
JUSTIÇA
Piscina rachada dentro da garantia gera indenização ao comprador
APARECIDA DO TABOADO
Homem é preso após esfaquear o próprio pai na nuca durante discussão
IMUNIZAÇÂO
Dourados prepara estrutura de vacinação contra a Covid-19

Mais Lidas

BR-163
Homem morre após colidir carro de passeio contra caminhão
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
SIDROLÂNDIA
Flagrada invadindo residência, mulher é amarrada em árvore por populares
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas