Menu
Busca domingo, 09 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
ARTIGO

O mês de dezembro

02 dezembro 2019 - 16h05Por José Tibiriçá Martins Ferreira

O mês de dezembro de 2019 tem quatro sábados, cinco domingos e três feriados, temos dezessete dias úteis. O recesso forense  começa no dia 20 de dezembro e segue até o dia 6 de janeiro de 2020, além do  municipal, órgãos estaduais e federais, cada um com sua escala.

Percorrendo nossa cidade o que nos chama atenção, principalmente na via principal  e  adjacentes  é a quantidade de portas fechadas que aumenta a cada dia. Problema que está acontecendo também em bairros e é um assunto muito importante para ser debatido pela classe política com a associação comercial para se encontrar alternativas.

Com muitos comerciantes tradicionais que conversamos apontam fatores, além do preço do aluguel, os tributos municipais, estaduais e federais. Temos várias autoridades locais que podiam arranjar uma solução, afinal elas existem para tal e nós somos apenas o contribuinte.

Somos um povo esperançoso e sempre acreditamos no amanhã, por isso que conseguimos suplantar as dificuldades. Este mês recebemos o décimo terceiro que outrora era para viajar, festejar no natal e final de ano. O comentário que ouvimos é que muita gente vai primeiro pagar as contas atrasadas e depois ver como fica. O comércio tem que apostar muito neste restante do ano para efetuar as vendas e torcer para receber depois, uma rotina de sempre.

Os tempos mudaram e não sabemos como será o próximo ano, então é melhor termos cautela, nossa economia regional depende principalmente da colheita do soja. A chuva que demorou  a chegar fez com que parte dos agricultores  replantassem suas lavouras.

A alta da arrouba do boi deixou os avicultores na expectativa de melhores preços, afinal o frango é consumido por todas as classes sociais. A carne suína também já teve um aumento, o leitãozinho e o borrego nos mercados tiveram seus preços remarcados, só observar quanto custava na semana passada e hoje.  

Em Dourados muitos locais onde a refeição era de R$ 10,00 reais, devido ao aumento do preço da carne bovina já está sendo cobrada a R$ 15,00, um aumento de 50%. 

Este natal vai ser mais de oração.

Um bom começo de dezembro e um final feliz!

*Advogado e produtor rural.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAN BADO
Polícia paraguaia apreende quase três toneladas de maconha na fronteira
OPORTUNIDADE
JBS oferece mais de 600 vagas em Dourados e mais cinco cidades
SÃO PAULO
Internautas arrecadam R$ 121 mil para entregador que sofreu ofensas racistas
SAÚDE
Dia nacional do combate ao colesterol chama atenção para o problema
CAPITAL
Macaco sagui morre eletrocutado e fica grudado em fiação elétrica
EDUCAÇÃO
IFMS abre processo seletivo para contratação de 16 professores substitutos
MATO GROSSO
Morre Dom Pedro Casaldáliga, o bispo das causas sociais e indígenas
FUTEBOL
Palmeiras bate Corinthians nos pênaltis e conquista o Paulistão após 12 anos
COMÉRCIO EXTERIOR
Exportação de soja de MS avança 129% em relação ao ano passado
COVARDIA
Homem agride moradora de rua na saída de supermercado e foge

Mais Lidas

INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
DOURADOS
Mãe e marido de adolescente de 12 anos são autuados por estupro de vulnerável
PANDEMIA
Com mais dois óbitos confirmados, Dourados chega a 61 mortes por coronavírus
DOURADOS
Equipe do Samu se desloca para atender vítima de facadas em bairro