quinta, 19 de maio de 2022
Dourados
18°max
min
Campo Grande
17°max
min
Três Lagoas
21°max
min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
EIXO FERROVIÁRIO

Nova Ferroeste avalia impacto no patrimônio arqueológico de oito municípios em MS

06 maio 2021 - 09h01Por André Bento

O projeto de implantação da Nova Ferroeste, um eixo ferroviário de 1.285 quilômetros que deve agilizar o escoamento agrícola de Mato Grosso do Sul ao porto de Paranaguá, no Paraná, depende, entre outros fatores, da avaliação de potencial de impacto ambiental no patrimônio arqueológico de oito municípios sul-mato-grossenses.

O Dourados News apurou que esse estudo já foi autorizado por Ana Paula da Rosa Leal, diretora substituta do Centro Nacional de Arqueologia do Departamento do Patrimônio Material e Fiscalização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, órgão subordinado ao Ministério do Turismo. 

Através da Portaria nº 12, de 12 de fevereiro de 2021, publicada no Diário Oficial da União do dia 17 daquele mesmo mês, ela atendeu a solicitação feita pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística do Estado do Paraná. 

O empreendimento em questão, descrito no Processo nº 01450.002150/2020-74, prevê a avaliação de potencial de impacto ao patrimônio arqueológico para implantação e/ou readequação de ferrovia no trecho entre Maracaju (MS) e Paranaguá (PR) - Estrada de Ferro Paraná Oeste, EF-277.

Com prazo de validade de quatro meses, o trabalho deverá ser coordenado pela arqueóloga Lilia Benevides Guedes e o arqueólogo de campo é José Eduardo Abrahão. O apoio institucional será prestado pelo Laboratório de Arqueologia, Etnologia e Etno-História da UEM (Universidade Estadual de Maringá).

A área de abrangência dessa avaliação inclui oito municípios em Mato Grosso do Sul, Amambai, Caarapó, Dourados, Eldorado, Iguatemi, Itaporã, Maracaju e Mundo Novo.  

Em território paranaense, são mencionados Araucária, Balsa Nova, Campo Bonito, Candói, Cantagalo, Cascavel, Catanduvas, Céu Azul, Contenda, Diamante do Sul, Fazenda Rio Grande, Fernandes Pinheiro, Goioxim, Guaíra, Guaraniaçu, Guarapuava, Ibema, Inácio Martins, Irati, Lapa, Laranjeiras do Sul, Mandirituba, Maripá, Marquinho, Matelândia, Medianeira, Morretes, Nova Laranjeiras, Nova Santa Rosa, Palmeira, Paranaguá, Porto Amazonas, Santa Tereza do Oeste, Santa Terezinha de Itaipu, São João do Triunfo, São José dos Pinhais, São Miguel do Iguaçu, Terra Roxa, Toledo, Tupãssi, e Vera Cruz do Oeste. 

De acordo com a Agência de Notícias do Paraná, o estudo de impacto ambiental iniciado neste mês segue o Termo de Referência específico elaborado pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente dos Recursos Naturais Renováveis), que selecionou Unidades Amostrais “nas regiões mais representativas do traçado e levou em consideração a importância ambiental dos remanescentes de vegetação nativa”.

“Nesta fase, fica autorizada a captura, coleta e o transporte do material biológico (Abio) e a empresa a contratada para realizar o estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima) está apta a fazer os levantamentos de campo”, detalha.

A imprensa oficial paranaense destaca a intenção de “estudar as diversas tipologias vegetais, onde vivem comunidades específicas da fauna silvestre”. “Os técnicos e especialistas estão em campo analisando anfíbios, répteis, aves, mamíferos, peixes e espécies que fazem parte da ictiofauna (seres da comunidade aquática, invertebrados e que podem ser vistos a olho nu)”, pontua.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO

Agente penitenciário preso em operação contra o PCC é demitido

LEI SECA

Fux vota pela manutenção de multa a motorista que recusa bafômetro

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal
PONTA PORÃ

Polícia encontra mais de meia tonelada de maconha em milharal

BENEFÍCIO

Bolsonaro sanciona Auxílio Brasil com valor mínimo de R$ 400

TRÊS LAGOAS

Mulher tenta matar namorado após ele tentar terminar relação

UFGD

Mostra Radioteatro Experience acontece sábado em Dourados

CAMPO GRANDE

Madeireira é lacrada após denúncias de carga ilegal de madeira

ELEIÇÕES 2022

Após reunião, partidos da 3ª via adiam anúncio de candidato único

GERAL

Após denúncia Procon encontra alimentos vencidos em supermercado

ESTATAL DE ENERGIA

TCU autoriza venda da Eletrobras, a 1ª grande privatização de Bolsonaro

Mais Lidas

PEDRO JUAN CABALLERO

Dupla é executada em pátio de posto de combustíveis

IDENTIFICADO E PRESO

Quarto envolvido em roubo de joalheria saiu de Dourados para dar apoio aos assaltantes

DOURADOS 

Jovens presos por tráfico vendiam drogas para público universitário

FRONTEIRA

Prefeito de Pedro Juan é alvo de atentado a tiros