Menu
Busca sábado, 19 de junho de 2021
(67) 99257-3397
IMUNIZAÇÃO

Na linha de frente, jornalistas de MS cobram vacinação contra a Covid

09 junho 2021 - 11h58Por Da Redação

Em campanha nacional pela vacinação dos profissionais de imprensa, o Sindjor MS (Sindicato dos jornalistas) foi recebido pelo Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende. Portando uma faixa com palavras de apelo pela imunização, alguns jornalistas chegaram cedo à porta da Secretaria, liderados pelo presidente, Walter Gonçalves Filho.

Representando também o Sindjorgran (Sindicato dos jornalistas da grande Dourados), o presidente do Sindjor MS, Walter Gonçalves Filho, entregou ofício ao secretário com a pesquisa, de abril deste ano, feita nas redações da capital e interior, que levantou a grave situação dos jornalistas com 200 infectados pela Covid 19 e oito que perderam a vida atuando na linha de frente.

Abordado por repórteres logo na chegada, Resende explicou que por maior que reconhece a importância da categoria que faz o trabalho importante, inclusive contra as notícias falsas que circulam em redes sociais. Mas ao abordar o PNI (Programa Nacional de Imunização), logo após a primeira reunião com o Sindjor MS, foi informado que não havia aprovação para inserir a categoria.

“Infelizmente não posso deliberar sozinho”, afirmou Resende, explicando que certamente os estados agiram à revelia do PNI.  No entanto, e diante dos argumentos do Sindjor MS, o secretário garantiu ao presidente do Sindicato que fará nova abordagem ao órgão federal que regulamenta a vacinação no País. Se o pedido for novamente negado, o Secretário disse que vai tentar pactuar com os secretários dos 78 municípios do Estado para que abram uma exceção.

Para que isto seja feito, os sindicatos terão que apresentar o número exato de jornalistas que precisam ser vacinados. Com profissionais acima de 60 anos e aqueles com alguma comorbidade já foram vacinados, a lista de 1300 profissionais que atuam no Estado pode diminuir e, por conseguinte, facilitar a aquisição de doses para imuniza-los.

O secretário destacou também que com a chegada de mais 51.500 doses de Astrazeneca, além das 34.420 da Pfizer que já estão nos postos de vacinação, profissionais de até 40 anos certamente conseguirão ser imunizados nos próximos dias. “Vamos acelerar a vacinação”, declarou.

A luta da categoria segue durante todo o dia de hoje com manifestações em várias partes do País. Além de eleger o azul como a cor oficial da luta pela vacina, a Fenaj (Federação nacional dos jornalistas) organizou material de divulgação e fará uma live logo mais às 18 h (horário do MS) com os profissionais. Destacando que os jornalistas estão inseridos na categoria de trabalhadores essenciais, de acordo com o Decreto 10288 de Março de 2020.

Além do risco da contaminação iminente, Walter Gonçalves explicou que muitos profissionais acabaram adquirindo transtornos mentais como depressão, ansiedade e síndrome do pânico, devido ao medo constante de ser contaminado durante o trabalho.

Repórter de TV, Rodrigo Santos de 40 anos, considera uma contradição o fato da categoria não ser prioridade na vacinação.  “Estamos indo a hospitais, laboratórios, buscando a informação essencial para as pessoas e nos arriscando todos os dias”, contou, acrescentando ainda que durante as coletivas de imprensa, por exemplo, é impossível evitar aglomerações. “Não existe organização específica”, reclama.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fila por vacina contra a Covid tem acidente, reclamação e 'sono' dentro do carro
DOURADOS
Fila por vacina contra a Covid tem acidente, reclamação e 'sono' dentro do carro
AMAMBAI
Paranaense é preso com maconha e espingarda em MS
ECONOMIA
Caixa paga 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em fevereiro e março
Com fila quilométrica, população é orientada a não procurar mais vacinas no drive
DOURADOS
Com fila quilométrica, população é orientada a não procurar mais vacinas no drive
Thais Matos: Quais cuidados deve ter com suas Lingerie?
NEGÓCIOS & CIA
Thais Matos: Quais cuidados deve ter com suas Lingerie?
DOURADOS
Homem perde 'telona' ao sair de casa por poucas horas no Dioclécio Artuzi
DOURADOS
Homem pula muro e 'abandona' obra com 300kg de drogas
SAÚDE & BEM-ESTAR
Comer bem ajuda a enxergar bem? O Hospital dos Olhos Dourados fala sobre o assunto.
FISCALIZAÇÃO
"Lei seca" completa 13 anos neste sábado
ESTRADA DE FERRO
Barbosinha e Renato Câmara defendem autorregulação para agilizar traçado da Ferroeste

Mais Lidas

NA DELEGACIA
Motorista que atropelou indígena diz que fugiu por medo de sofrer represálias
DOURADOS
Motorista que atropelou jovem na Presidente Vargas conduzia um Gol e fugiu
DOURADOS
Incêndio criminoso em revenda de veículos destrói partes de BMW e Triton
COVID-19
Após passar aniversário em UTI Covid, douradense recebe alta em Rondônia