Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905
PANDEMIA

Na gangorra do isolamento, MS volta a ocupar 26° lugar no ranking nacional

21 maio 2020 - 14h35Por Da Redação

Os dados de monitoramento com foco no isolamento social em todo Brasil mostram uma verdadeira montanha russa no mapeamento diário. Nesta quarta-feira (20.5) Mato Grosso do Sul voltou ao posto cativo de penúltimo lugar no ranking nacional, mesmo depois de ter subido uma posição no dia anterior.

Ocorre que o comportamento da população nos municípios brasileiros é fator determinante para essa classificação final, e mesmo que os índices de determinado Estado não sejam bons para o dia, o desempenho ruim de outras regiões do País interferem na classificação do ranking nacional. 

No entanto, a taxa média de isolamento social de Mato Grosso do Sul em comparativo recente, mostra relaxamento gradual nas medidas de distanciamento social, e movimentação de dias normais. Nesta quarta-feira o percentual de pessoas que se mantiveram em quarentena foi de 36,5%, enquanto que na terça foi de 37,5% e na segunda 38,1%. Os índices estão bem distantes dos 70% recomendados por autoridades mundiais de saúde como ideal. 

A adesão ao isolamento nos municípios com mais casos confirmados de Covid-19 foi de 35,6% (Campo Grande), 46,1% (Guia Lopes da Laguna), 39,1% (Três Lagoas), 39% (Dourados), 35,9% (Jardim) e 42,6% (Brasilândia).

A doença tem avançado no Estado. Só nesta quinta-feira (21.5), houve a confirmação de 53 novos casos conforme boletim epidemiológico atualizado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), sendo 20 deles só em Campo Grande. De maneira macro, o Estado possui 746 casos confirmados e 17 óbitos. Outras 231 amostras estão sendo investigadas pelo Laboratório Central de Saúde Publica (Lacen).

Nos últimos dias, especialistas e autoridades de saúde tem alertado para o crescimento exponencial de casos nas próximas semanas, podendo em um curto espaço de tempo necessitar de toda capacidade de atendimento de saúde para enfrentar a Covid-19.

“Fortalecer o isolamento social, as medidas de higiene e fortalecer cada vez mais a compreensão da população no tocante ao uso de máscaras. Essas três medidas são fundamentais para que continuemos a perseguir o sucesso do enfrentamento a pandemia aqui no Mato Grosso do Sul”, ponderou o secretário de saúde, Geraldo Resende.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Empresária paulista perde R$ 50 mil ao negociar compra de sucata
ECONOMIA
Governo Federal libera mais R$ 28,7 bilhões para auxílio emergencial
TRÁFICO
PRF apreende 254 quilos de maconha e prende batedores na fronteira
SUPREMO
Celso de Mello envia à PGR requerimento contra Carla Zambelli
PONTA PORÃ
Motorista não explica procedência de R$ 68 mil e acaba na Polícia Federal
ARTISTA
Pagamento da 1ª parcela do edital “MS Cultura Presente” está disponível
POLÍTICA
Governo vai disponibilizar lista de quem recebeu auxílio emergencial
JUSTIÇA
Após 26 dias presa, mulher que matou marido a facadas ganha liberdade
BANDEIRA TARIFÁRIA
Conta de luz não terá cobrança extra até o fim do ano, informa Aneel
BR-262
Veículo furtado na Bahia é recuperado durante barreira sanitária

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher