Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
SEGURANÇA PÚBLICA

MS tem redução de crimes violentos e de todos os tipos de homicídio

09 janeiro 2018 - 14h20

Dos 13 principais delitos em Mato Grosso do Sul, nove tiveram redução – principalmente os mais violentos, que resultam em morte. Esse é o caso do latrocínio, com queda de 46% no ano passado. Os números foram apresentados nesta terça-feira (9.1) pelo secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, e pela governadora em exercício Rose Modesto.

Apesar de fazer fronteira com dois países e enfrentar diariamente o tráfico de drogas, todos os crimes contra a vida sofreram redução em 2017, na comparação com 2016. Os roubos seguidos de morte, por exemplo, tiveram queda de 41 para 22 casos. A Sejusp também registrou queda em homicídios dolosos (-9%), feminicídios (-21%), homicídios culposos (-43%) e homicídios culposos no trânsito (-10%).

“Mato Grosso do Sul é o 5º Estado mais seguro para se viver. Esses números positivos temos que comemorar, mas sem jamais se acomodar. Vamos continuar tratando a segurança como uma das prioridades”, afirmou Rose. O Estado recebeu pontuação de 76,4 no Ranking de Competitividade dos Estados, bem acima da média nacional, de 46,2. Uma das áreas analisadas na definição da pontuação dos estados é a segurança pública, e nesse quesito Mato Grosso do Sul avançou 9 pontos em relação ao levantamento anterior.

Rose analisou que os índices são resultados de ações do governo que já investiu R$ 90 milhões por meio do programa MS Mais Seguro, tem qualificado os servidores da área, abriu concursos para 200 homens no Corpo de Bombeiros e 450 na Polícia Militar e está construindo presídios.

A Polícia Civil também solucionou mais crimes com morte no comparativo com 2016. No caso do feminicídio, por exemplo, apenas 1 dos 27 casos registrados em 2017 ainda não foi solucionado. O crime aconteceu no final do ano e ainda está sendo investigado.

Antônio Carlos Videira destacou o trabalho da polícia e afirmou que os números refletem o trabalho da polícia nas ruas e afirmou que irá intensificar o intercâmbio das agências de inteligência com outros estados e países para combater o crime. “Focamos nosso trabalho naqueles crimes que causam mais danos e provocam morte”, disse.

Outros crimes, como roubos (-5%), também caíram no comparativo. Foram 516 casos a menos no ano passado. Roubos a estabelecimentos comerciais tiveram diminuição de 16% e furtos de veículos caíram 7%.

Ainda conforme os dados da Polícia Civil, os únicos crimes que tiveram aumento foram roubos de veículos (1%), roubos em residências (9%), furtos (4%) e furtos em residências (12%).

Ao mesmo tempo, também houve aumento de 42% na quantidade de drogas apreendidas em Mato Grosso do Sul, passando de 300 toneladas para mais de 427 toneladas.

Adjunto

Videira anunciou ainda que o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Esli Ricardo de Lima, será empossado secretário-adjunto no dia 16, em cerimônia no Comando-Geral da PM, no Parque dos Poderes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
MP contesta prefeitura e diz que pandemia não deve ser motivo para não convocação de remanescentes da Guarda
MAUS-TRATOS
Homem é detido após espancar e atirar contra cachorro em assentamento
TRÊS LAGOAS
Discussão entre cunhados termina com homem esfaqueado
PROPOSTA
MS pode ter semana estadual do 'Lixo Zero'
APARECIDA DO TABOADO
'Vendedor de pó' é preso e dinheiro do tráfico apreendido
COSTA RICA
Homem que matou mulher a golpes de machadinha é condenado a 29 anos
FUTEBOL
Três jogos movimentam a penúltima rodada do 1º turno do Brasileirão hoje
CRIME AMBIENTAL
Pecuarista é multado em R$ 10 mil por desmatar área ambiental
HARRISON DE FIGUEIREDO
Moto com numeração raspada é apreendida e homem preso por receptação
MATO GROSSO DO SUL
Sanesul amplia capacidade de tratamento de esgoto em Juti

Mais Lidas

DOURADOS
Acusado de matar mulher por asfixia no Canaã I é preso no Piratininga
TRÂNSITO
Moto invade preferencial, é atingida por caminhonete e dois ficam feridos na Marcelino
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens que saíram de Dourados são flagrados com maconha no interior paulista
PONTA PORÃ
PF faz segunda maior apreensão de cocaína do ano em MS