Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
GOVERNO

MS pode ter redução do ICMS da energia elétrica, diz governador

17 junho 2015 - 14h45

Assessoria

O governador Reinaldo Azambuja afirmou na manhã desta quarta-feira (16), durante entrega na Assembleia Legislativa do projeto de lei que reduz o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), que novos setores poderão ser beneficiados com redução tributária.

“Nós já temos um grande incentivo do governo no álcool, que torna Mato Grosso do Sul competitivo. Queremos lançar alguns programas de desenvolvimento em setores produtivos para aumentar a extensão, área plantada de grãos, melhorar a qualidade do setor de carnes, madeira, cana de açúcar”, pontuou o governador, que emendou que um estudo junto às companhias aéreas sobre ganhos para o Estado com a diminuição da alíquota do querosene pode entrar nas discussões.

Determinado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), o sistema de bandeiras tarifárias, verde, amarela e vermelha, que indicam se a energia custa mais ou menos em virtude das condições de geração de eletricidade, também poderá entrar na pauta de reduções.

“Na energia elétrica tem um estudo da possibilidade de redução da bandeira tarifaria, vermelha. Isso está sendo feito com muita responsabilidade e vai depender de como vai se comportar a economia brasileira”, disse Reinaldo Azambuja.

De acordo com o chefe do Executivo Estadual, algumas questões serão importante para definição da proposta. “Se a gente tiver a volta do crescimento e uma estabilização na queda do consumo, que tem se evidenciado a cada mês, é possível que o Estado possa fazer um incentivo nesse setor para aumentar competição”, explicou.

Relação Institucional

Durante a agenda na Assembleia Legislativa do Estado, o governador destacou a relação institucional entre os Poderes, que segundo ele tem sido marcado pela ‘parceria’ e ‘reponsabilidade compromisso mútuo’ que aumentam a competitividade de Mato Grosso do Sul.

“A Assembleia tem ajudado o governo na época de dificuldade. Abriu mão de parte de seu duodécimo para fortalecer os programas estaduais. Tem aprovado projetos importantes, tem debatido temas importantes para o Estado, cumprindo seu papel como casa de debate, de Leis, que tem ressonância de todos os segmentos, porque aqui está representada toda a sociedade”, finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Igreja deve receber de volta R$ 96 mil pagos em IPTU
POLÍCIA
Veículo tomado em golpe do falso depósito é recuperado em Dourados
RIO BRILHANTE
Dupla é presa transportando drogas na BR-163
INFORME PUBLICITÁRIO
Chave na Mão: Dalfort Construtora entrega sua casa pronta com o pagamento da mão de obra facilitado
ENCONTRO
Pelo segundo ano, Amazônia será tema de Bolsonaro em discurso na ONU
LEGISLATIVO DE MS
Pautadas três proposta para a Ordem do Dia desta terça-feira
ECONOMIA
Atividade industrial de MS recupera mesmo patamar de produção anterior à Covid-19
FRONTEIRA
Bandidos mortos em confronto invadiram residência por porta de blindex
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada
EDUCAÇÃO
Faça seu vestibular 100% on-line na Unip - Universidade Paulista- polo Dourados/MS e conheça o curso de história

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita