Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

MS ganhou 6640 novas empresas em 11 meses, melhor resultado desde 2013

23 dezembro 2019 - 08h30Por Da Redação

Em Mato Grosso do Sul foram criadas 6640 empresas de janeiro a novembro de 2019, de acordo com relatório da Jucems (Junta Comercial de Mato Grosso do Sul), órgão vinculado à Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar). É o melhor desempenho desde 2013, quando foram criadas 7190 empresas de janeiro a novembro daquele ano.

Conforme a Jucems, 542 empresas foram constituídas em novembro de 2019, o melhor resultado para o mês desde o ano de 2012. No setor de Serviços foram abertas 337 empresas; no Comércio, mais 188 estabelecimentos e na Indústria, 17 novas constituições. As quatro cidades com o maior número de abertura de novas empresas foram: Campo Grande (217); Dourados (53); Três Lagoas (31) e Ponta Porã (28).

Das 1902 empresas abertas pela Jucems em Mato Grosso do Sul de agosto a outubro de 2019, 977 delas receberam o seu CNPJ por meio do Registro Automático, em conformidade com a Lei nº 13.874, de 20 de setembro de 2019, conhecida como Lei de Liberdade Econômica, já em vigor no país.

A partir de agora, com a nova legislação federal, 287 atividades econômicas passaram a ser classificadas como de baixo risco e não precisam mais de licenças ou qualquer tipo de autorização para serem criadas. A lei estabeleceu, ainda, o registro automático nos processos de abertura e encerramento de empresas, com a condição de utilização pelo usuário do contrato padrão disponível no sistema e sem pendências que impossibilitem a aprovação do processo.

A Jucems iniciou o processo de digitalização dos processos em fevereiro de 2018, recebendo os processos físicos também até novembro daquele ano, quando passou a adotar os processos somente na forma digital. “A implantação dos processos de forma 100% digital foi fundamental para que o registro automático fosse viabilizado. Por isso, nos casos de constituição, que é a abertura da empresa, o empreendedor recebe o CNPJ no ato da solicitação do registro na junta comercial”, lembra Augusto Castro, diretor-presidente da Junta Comercial.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Foragido da Justiça de 19 anos sofre tentativa de homicídio na fronteira
PRESIDENTE INVESTIGADO
STF tira do plenário virtual discussão sobre depoimento de Bolsonaro
TRÁFICO
Traficante de disk-droga é preso com porções de cocaína, moto e dinheiro
AJUDA
Caixa detalha calendário de pagamentos do auxílio emergencial extensão
CAPITAL
Hóspede é encontrado morto dentro de banheiro de hotel
FUTEBOL
CBF divulga tabela da 16ª à 20ª rodada; Fla fará dois jogos em 50 horas
REGIÃO
Polícia desarticula grupo que agia em cidades da região do Vale do Ivinhema
MADEIRA
Queimadas no Pantanal destroem oito pontes nas MS-243 e MS-195
BONITO
Vítima de estelionato arma emboscada e ajuda a prender golpista
TECNOLOGIA
Aplicativo do Detran-MS recebe atualização para serviços pelo celular

Mais Lidas

REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Disputa pela prefeitura tem dois milionários e total de bens chega a R$ 13 milhões
CAPITAN BADO
Ataque de pistoleiros a veículo deixa dois mortos na fronteira