Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905
CAMPO GRANDE

MP quer decreto para funcionamento restaurantes e bares revogado

02 abril 2020 - 08h38Por Da Redação

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, por intermédio da 32ª Promotoria de Justiça da Saúde Pública, diante da situação de emergência que passa o País nesse momento de pandemia, recomenda ao Município de Campo Grande e à Secretaria Municipal de Saúde que, no prazo 48 (quarenta e oito) horas, adotem medidas durante o período de quarentena previsto no art. 1º do Decreto nº 14.200/2020 (de 21 de março a 05 de abril de 2020) e sua eventual prorrogação.

A Promotora de Justiça recomenda que a Prefeitura revogue a autorização de funcionamento de lojas de conveniência, padarias, restaurantes e lanchonetes com atendimento ao público presencial, por considerar que são atividades com típico ambiente de aglomeração, que geram elevado risco de contaminação de clientes, funcionários ou colaboradores e demais frequentadores do local pelo novo coronavírus, e de disseminação da COVID-19 à população.

No documento, a Promotora de Justiça Filomena Fluminham pede que sejam estabelecidos os sistemas de entrega de mercadorias e de retirada do produto no local, sistemas que devem ser adotados pelas empresas do ramo de lojas de conveniência, padarias, restaurantes e lanchonetes, como medidas necessárias para coibir fila ou aglomeração de funcionários e/ou colaboradores da empresa, bem como do público atendido. Sugere ainda que sejam mantidos os serviços de entrega de mercadorias (delivery). Já as atividades internas dos estabelecimentos comerciais, bem como a realização de transações comerciais devem ser realizadas por meio de aplicativos, internet, telefone ou outros instrumentos similares.

Filomena Fluminhan lembra também que devem ser tomadas todas as medidas de proteção individual aos funcionários e colaboradores da empresa, mediante o uso de equipamentos de proteção individual, de higienização pessoal e do ambiente, conforme as diretrizes do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde para o enfrentamento da pandemia da COVID-19.

É importante também que o comércio providencie demarcação no chão, a fim de garantir a distância mínima recomendada pelas autoridades sanitárias para reduzir o risco de contaminação, e que disponibilize álcool em gel aos clientes atendidos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Em dia de novo recorde de infecções, secretário alerta para assintomáticos
DOURADOS
Educação organiza retorno, mas atividades em escolas indígenas permanecem suspensas
ECONOMIA
Ministro da Infraestrutura aposta no sucesso na venda de aeroportos
CORONEL SAPUCAIA
PM apreende 33,5 kg de maconha com dupla paranaense
LEVANTAMENTO
Nem frio nem corona faz sul-mato-grossense ficar em casa, e isolamento atinge apenas 50% no fim de semana
PANDEMIA
Voluntários entregam ala reformada do HV para atender pacientes com coronavírus
DOURADOS
Câmara quer Audiência com prefeita para tratar retorno das aulas na Reme
BRASIL
Bolsonaro vai à PGR cumprimentar novo procurador da PFDC
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
INFORME PUBLICITÁRIO
Construção com Tijolos Ecológicos é opção sustentável, econômica e segura

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista