Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
SAÚDE PÚBLICA

Saúde do Paraguai confirma seis casos de zika em Pedro Juan

27 novembro 2015 - 20h20

Autoridades de saúde do Paraguai anunciaram no final da tarde desta sexta-feira (27) a confirmação de seis casos do zika-vírus em Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com o Brasil através de Ponta Porã. A maioria dos infectados, segundo o Ministério da Saúde Pública do país vizinho, são adultos.

Segundo uma das responsáveis pela pasta, Maria Teresa Barán, os exames foram realizados com pessoas que apresentaram quadro febril nas quatro semanas que se passaram. Uma equipe estaria de prontidão na cidade desenvolvendo estratégias para amenizar a situação.

“Nesse momento existe uma equipe em Pedro Juan Caballero para fortalecer os cuidados com a nova doença”, disse, em nota divulgada pela saúde pública daquele país.

Além da cidade, Ciudad del Este e Concepción, também apresentaram casos parecidos que são analisados.

De acordo com o médico infectologista Júlio Croda, o fato do vírus ter se manifestado no município paraguaio, aumenta, e muito a possibilidade de moradores de Ponta Porã e também Dourados, terem contraído a doença.
“As cidades são muito próximas, então existe essa possibilidade do zika estar circulando nesses locais”, contou ao Dourados News nesta sexta-feira.

[Em recente entrevista, o médico já havia alertado que a chegada do vírus ao Mato Grosso do Sul, seria questão de tempo](http://www.douradosnews.com.br/entrevistas/o-zika-virus-pode-causar-microcefalia-em-bebes-e-tem-previsao-de-chegar-em-ms-diz-medico-infectologista).

INVESTIGADO

Na semana passada, um caso suspeito do vírus começou a ser investigado em Dourados, após uma criança nascer com microcefalia. Casos parecidos aconteceram no Nordeste do país após mulheres apresentarem o sintoma da doença durante a gravidez.

No caso local, a mãe dela teria apresentado sintomas da doença após viagem a Rondônia, em abril deste ano, [veja aqui](http://www.douradosnews.com.br/dourados/crianca-nasce-com-microcefalia-e-dourados-investiga-primeiro-caso-de-zika-virus).

Em nota, o [Núcleo de Vigilância Epidemiológica]( http://www.douradosnews.com.br/dourados/vigilancia-ainda-aguarda-exames-para-apurar-ligacao-de-microcefalia-com-o-zika-virus) do município alegou que vários exames foram solicitados tanto para a mãe, quanto à criança, na intenção de saber se existe ou não ligação com a doença.

O zika-vírus é transmitido pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito responsável pela dengue e a chikungunya e os sintomas são bastante parecidos.


Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Novos profissionais comemoram graduação em Medicina na UFGD
LEGISLATIVO
Projeto susta decisão da Receita Federal sobre exportação de suco de laranja
Jiboia é capturada nos fundos de residência em Bonito
MEIO AMBIENTE
Jiboia é capturada nos fundos de residência em Bonito
PANDEMIA
Número de casos de Covid-19 chega a 8,75 milhões no Brasil
REGIÃO
Sanesul apresenta investimentos em saneamento à prefeitura de Água Clara
IMUNIZAÇÃO
Projeto exige dados sobre raça, sexo e pessoa com deficiência em notificações de Covid
ESPORTE
Juventude bate Figueirense e segue na luta pelo acesso à Série A
Fisioterapia e Farmácia estão entre as profissões que mais crescem na pandemia
R$ 7,9 MILHÕES
Rede de coleta de esgoto avança em Guia Lopes da Laguna
Vestibular 2021
Em Amambai, Uems oferece vagas para cursos de Ciências Sociais e História

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado