Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
R$ 65 MILHÕES

Mega-Sena acumulada pode pagar o maior prêmio de 2015

13 junho 2015 - 10h30

Após acumular seis vezes seguidas, a Caixa Econômica Federal realiza às 20h (horário de Brasília) deste sábado (13), em Itabaiana (SE), o concurso 1.713 da Mega-Sena. O prêmio esperado é de R$ 65 milhões, o maior valor já alcançado em 2015.

Caso a Mega-Sena tenha apenas um ganhador, o valor renderia cerca de R$ 450 mil por mês na poupança, o equivalente a quase R$ 15 mil por dia. O sortudo ou sortuda poderia também adquirir 20 imóveis no valor de R$ 3,2 milhões cada um ou comprar uma frota de 90 carros esportivos de luxo.

Os sorteios da Mega-Sena são normalmente realizados duas vezes por semana --às quartas-feiras e aos sábados. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do concurso em qualquer lotérica do país. O valor mínimo da aposta é R$ 3,50.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Major da reserva da PM morre em decorrência do novo coronavírus
REPARAÇÃO HISTÓRICA
Volks faz acordo para reparar violações dos direitos humanos na ditadura
CAMPO GRANDE
Homem invade casa da ex e agride atual com socos e golpe de marreta
BRASIL
Caixa Econômica lança a "Super Sete" nova modalidade de loteria
POLÍCIA
Homem morre ao tentar invadir delegacia de Glória de Dourados
RIO DE JANEIRO
Alerj autoriza continuidade do processo de impeachment contra Witzel
DESCAMINHO
Polícia apreende carreta com cigarros e causa prejuízo de dois milhões
JUSTIÇA
Loja deve trocar produto que apresentar defeito até 6 meses de uso
PRESIDENTE INVESTIGADO
Julgamento no STF sobre depoimento de Bolsonaro será em plenário virtual
ITAQUIRAÍ
Ação conjunta prende traficante e apreende duas toneladas de drogas

Mais Lidas

DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida
PARANÁ
Traficante Elias Maluco é encontrado morto em presídio federal
PEDRO JUAN
Terror na fronteira: três veículos de luxo são incendiados em pontos distintos
PANDEMIA
Prefeitura e MPE entram em acordo para retorno das aulas presenciais na rede privada