Menu
Busca segunda, 26 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ORÇAMENTO 2018

Lei Orçamentária Anual de 2018 recebe parecer favorável na CCJR

05 dezembro 2017 - 19h50

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa se reuniu na manhã desta terça-feira (5/12), no Plenarinho Nelito Câmara, para emissão de pareceres. O deputado estadual Beto Pereira (PSDB), presidente da Comissão, analisou o Projeto de Lei (PL) 233/2017, de autoria do Poder Executivo, que estima a receita e fixa a despesa do Estado para o exercício financeiro de 2018. A proposta obteve parecer favorável por unanimidade na CCJR, seguindo para votação na Casa de Leis.

Também relatado por Beto Pereira, o PL 259/2017, de autoria do Poder Executivo, que aprova a título de reajuste setorial, os índices da tabela de subsídios da carreira de Perito Oficial Forense, e o PL 264/2017, de autoria do Poder Executivo, que altera a redação do caput do artigo 1º e do artigo 2º da Lei 4.827/2016, que dispõe sobre a isenção do pagamento de taxas de inscrição em concursos públicos ao doador de medula óssea receberam parecer favorável para a regular tramitação na Casa de Leis.

O deputado Renato Câmara (PMDB) devolveu cinco projetos. O Projeto de Lei 266/2017, de autoria do Poder Executivo, que altera a redação da Lei 4.490/2014, reorganizando a carreira de Segurança Penitenciária, e o PL 261/2017, também de autoria do Poder Executivo, que cria o Fundo de Combate à Corrupção, obtiveram parecer favorável por unanimidade da Comissão.

Já o PL 212/2017, de autoria da deputada Antonieta Amorim (PMDB), que dispõe sobre a isenção da carga tributária do ICMS sobre equipamentos de adaptação, acessibilidade e locomoção para pessoas com deficiências físicas, mentais e visuais, no Estado, o PL 235/2017, de autoria dos deputados Felipe Orro (PSDB) e George Takimoto (PDT), que dispõe sobre a proteção e preservação do Dourado (peixe), e o PL 209/2017, de autoria de George Takimoto, que proíbe a comercialização, confecção e distribuição de produtos que colaborem para acarretar riscos à saúde ou a segurança alimentar em cantinas de escolas públicas no Estado receberam parecer contrário à tramitação na Casa de Leis.

O deputado Professor Rinaldo (PSDB) relatou quatro matérias. O PL 258/2017, de autoria do Poder Executivo, que trata de alteração na Lei 1.152/1991, dispondo sobre o mandato da Mesa Diretora do Conselho Estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul (Cesa), e o Projeto de Lei 263/2017, de autoria do deputado Zé Teixeira (DEM), que dispõe sobre a isenção do pagamento de inscrição em concursos públicos no Estado para eleitores convocados e nomeados que tenham prestado serviço eleitoral, seguem para votação dos deputados.

O PL 247/2017, de autoria do deputado Maurício Picarelli (PSDB), que determina que empreendimentos construídos com dois ou mais pavimentos devam ser dotados do guarda copo ou gaiola, não irá a votação por ter obtido parecer contrário da Comissão. O PL 220/2017,  também de Maurício Picarelli, que dispõe sobre a política de controle de ruídos, sons, e vibrações no Estado também recebeu parecer contrário do relator. O deputado Lidio Lopes (PEN) pediu este projeto para análise.

Sob a responsabilidade do deputado Lidio Lopes estavam cinco projetos. O PL 243/2017, de autoria do deputado Renato Câmara, que designa o Ipê-Amarelo como a árvore símbolo do Estado, o PL 251/2017, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), que estabelece sanções administrativas a quem praticar atos de discriminação racial, o PL 256/2017, de autoria do deputado Maurício Picarelli, que dispõe sobre sistema de emergência em banheiros para deficientes e pessoas com mobilidade reduzida e o PL 262/2017, de autoria do deputado Junior Mochi (PMDB), que declara de Utilidade Pública Estadual a Associação do Centro de Equoterapia Odilza Miranda de Barros, em Corumbá, irão a plenário para votação dos parlamentares.

O último projeto relatado por Lidio Lopes foi o veto total com número de Processo 408/2017, ao Projeto de Lei (PL) 227/2016, de autoria da deputada Antonieta Amorim e outros deputados, que dispõe sobre a obrigatoriedade na marcação de exames e consultas para pessoas com mais de 60 anos nas Unidades de Saúde Públicas pertencentes ao Governo do Estado. O veto total foi rejeitado pelo relator, mas ficou sob análise do deputado Professor Rinaldo que fez o pedido de vistas da matéria.

O deputado Pedro Kemp devolveu três matérias. O PL 254/2017, de autoria do deputado Felipe Orro, que estabelece a obrigatoriedade de divulgação, de forma visível e clara, por meio de afixação de tabelas, das taxas de juros nas vendas a prazo e no crédito ao consumidor pelas instituições financeiras e estabelecimentos comerciais no Estado, e o PL 260/2017, de autoria do deputado Amarildo Cruz (PT), que institui o “Dia do Poeta e da Poesia no Estado de Mato Grosso do Sul”, a ser incluído no Calendário Cívico e Cultural do Estado obtiveram parecer favorável à tramitação por unanimidade.

O último projeto devolvido foi o Processo 407/2017, de autoria do Poder Executivo, que trata do veto Parcial ao Projeto de Lei 090/2017, de autoria do deputado Renato Câmara e outros deputados, que estabelece obrigatoriedade de divulgação, nos estabelecimentos prestadores de serviços de saúde públicos e privados do Estado, da existência da notificação da notificação compulsória de violência contra a pessoa idosa, e da consequência da conduta omissiva. O veto obteve parecer favorável para sua manutenção por maioria dos votos, mas será ainda analisado pelo deputado Renato Câmara.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Trutis tem candidatura para prefeito da capital negada
REGIÃO
Mulher é flagrada pela polícia por tráfico de papagaio
REGIÃO
Motorista de guincho suspeita de contratante, aciona polícia e droga é encontrada dentro de carro
PANDEMIA
Mulheres obedecem mais às restrições de isolamento
REGIÃO
Filhote de cervo-do-pantanal ferido após atropelamento é socorrido pela PMA
REGIÃO
Após divulgar pesca predatória na internet, pescador é autuado pela PMA
ECONOMIA
Banco Central registra recorde de remessas de dólares para Brasil
REGIÃO
Traficantes são presos com quase 1 t de droga logo após tentarem atropelar policiais
MUNDO
EUA registram os 2 dias com mais infectados por Covid-19 desde o início da pandemia
LEVANTAMENTO
Rendimento médio per capita dos domicílios em MS cresce em todas as comparações

Mais Lidas

DOURADOS
Guarda encerra festa organizada por adolescente em plena pandemia, apreende droga e até arma artesanal
DOURADOS
PM é acionada e consegue evitar suicídio de homem em hotel
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares
DOURADOS
Homem é socorrido às pressas após levar golpes de facão na cabeça