Menu
Busca sábado, 05 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
AQUIDAUANA

Juiz realiza audiência com auxílio de tradutor da língua terena

12 dezembro 2019 - 12h08Por Da Redação

Era uma tarde de audiências, como tantas outras, realizadas pelo juiz Juliano Duailibi Baungart, da 2ª Vara Cível de Aquidauana, mas o magistrado deparou-se com uma situação inusitada: duas pessoas que seriam ouvidas não falavam a língua portuguesa, o que o obrigou a contar com a colaboração de Jean Carlos Lili Sebastião, intérprete em língua Terena. 

“Foi uma experiência nova e o tradutor, que é estagiário na 2ª Vara, mostrou-se eficiente ao nos auxiliar. O Jean é de origem Terena também e se dispôs a ajudar na tradução. Essa é a nossa realidade em Mato Grosso do Sul: grande parte da população é indígena e nem sempre tem o conhecimento para falar português. Situações com essa, em que o juiz precisa de tradutor, não é exclusiva de Aquidauana. Neste caso, quatro pessoas são partes no processo e dessas, apenas uma entende um e fala a língua portuguesa, contudo, muito pouco, por isso a convocação do tradutor”, explicou o juiz.

Entenda – Um casal de trabalhadores rurais indígenas, residentes no Distrito de Taunay, em Aquidauana, ajuizou ação pedindo a concessão da tutela provisória de urgência, a fim de que seja deferida a curatela provisória dos dois filhos.

De acordo com o processo, um dos filhos é um rapaz de 21 anos, acometido por esquizofrenia e transtornos globais do desenvolvimento, e uma moça de 19 anos, com epilepsia. Os pais querem ser curados porque ambos têm dificuldades para as atividades diárias, sendo incapazes de realizar atos da vida civil, e necessitarem dos cuidados de terceiros para gerir sua vida.

A audiência realizada pelo juiz seria para verificar as informações constantes da ação e ouvir a mãe e os dois filhos, contudo, por questões de saúde, a menina não compareceu e teve a oitiva adiada para outra data a ser designada pelo juízo.

Presentes na audiência, além do juiz Juliano Duailibi Baungart, o promotor José Maurício de Albuquerque, Janaína de Araújo Sant'Ana, defensora do casal; os requerentes com o filho e o intérprete em língua Terena.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tio e adolescente são encontrados, mas criança continua desaparecida
CAMPO GRANDE
Tio e adolescente são encontrados, mas criança continua desaparecida
COVID-19
STF julgará ações sobre plano de vacinação do governo no próximo dia 17
REGIÃO
UFGD prorroga as inscrições do Vestibular da Educação a Distância
FUTEBOL
Fifa anuncia que Mundial de Clubes de 2021 será no Japão
CAPITAL
Mulher tem arma empurrada contra o pescoço durante assalto
JUSTIÇA
Autor de agressões que vitimaram jovem deve indenizar família da vítima
GOLPE
Homem perde cerca de R$ 19 mil ao tentar comprar carro pela internet
PRESIDÊNCIA
Mourão diz que parte dos assessores de Bolsonaro distorce fatos
BR-381
Ônibus irregular cai de viaduto e deixa 14 mortos em Minas Gerais
FUTEBOL
TJD/MS atende pedido do Comercial e suspende semifinal do Estadual

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem é encontrado morto em ponte próximo à Vila Cachoeirinha 
CAARAPÓ
Jovem que matou companheira com mata-leão é autuado em flagrante por homicídio doloso
ACIDENTE
Rodas de carreta se soltam e atingem mulher na calçada em Amambai
DOURADOS
Corpo encontrado na pedreira é de homem desaparecido há quatro dias