Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
MS

Judiciário Federal para por mais 24 horas nesta quarta-feira

16 junho 2015 - 14h30

Da Redação

Depois da paralisação por 24 horas na segunda-feira (15), servidores do poder judiciário federal de Mato Grosso do Sul paralisam suas atividades por mais 24 horas nesta quarta-feira (17), informa o Sindjufe/MS (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal e Ministério Público da União).

A concentração dos grevistas será em frente ao prédio da Justiça Federal, a partir das 12 horas e às 15 horas, eles se reúnem em assembleia geral, em plena área pública para decidir pela continuidade ou não da paralisação.

“O movimento de segunda feira foi um sucesso, pois conseguimos a adesão maciça dos servidores lotados em Campo Grande e muitos do interior. Em Rio Brihante, também houve paralisação geral, permanecendo no trabalho apenas estagiários”, informa Eliezer Inácio de Oliveira, coordenador geral do sindicato. Ele informou que juízes também colaboraram com o movimento.

Para essa nova investida nesta quarta-feira, os coordenadores do Sindjufe/MS, acreditam numa paralisação ainda maior de servidores de Mato Grosso do Sul, na luta por melhores salários. As categorias querem a aprovação o PLC 28/15

O Coordenador Jurídico do SINDJUFE/MS, José Ailton Pinto, que é Oficial de Justiça Federal, informou que além da reivindicação pelo reajuste dos servidores, sua categoria protesta contra a insegurança no exercício de suas funções e Pelo reajuste da Indenização de Transporte, que está congelada a mais de 10 (dez) anos. “Os Oficiais de Justiça em todo o Brasil estão reclamando de falta de segurança, pois nossa atividade está intimamente ligada com a repressão do Estado contra o particular, seja ele na parte criminal, tributária ou civil”, afirma José Ailton Pinto.

O sindicalista reclama que sequer porte de arma o Estado permite que os oficiais tenham e isso torna mais arriscado o trabalho dos oficiais de justiça no Estado. A coordenadora executiva do SINDJUFE/MS, Maria Terezinha, que também é oficial de justiça aposentada pede o apoio de todos nessa luta. “Vamos unidos enfrentar a falta de vontade do Executivo, do Legislativo e do Judiciário para aprovação do reajuste veiculado pelo PLC 28/15.”, afirmou. O SINDJUFE/MS convida todos para ingressarem juntamente com os Oficiais de Justiça Avaliadores Federais, no movimento grevista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÁFICO
Condutor foge em abordagem e veículo é apreendido com quase 550 kg de drogas
BRASIL
Além do combate às queimadas, senador Nelsinho Trad estuda sobre preservação cultural e econômica do Pantanal
NEGÓCIOS & CIA
Nomenclatura de processadores Intel: A Visual Informática te ajuda a entender todas essas siglas
PANDEMIA
Detran fecha unidade em Dourados após confirmações de Covid-19
CAMPO GRANDE
Homem é encontrado morto dentro de conveniência
TACURU
Motorista morre após capotar e ser arremessado para fora do veículo
SAÚDE & BEM-ESTAR
Como anda os seus cuidados com a sua Saúde Bucal?
CLIMA
Inverno se despede com chuva e queda de temperatura em Dourados
OPORTUNIDADE
Semana começa com quase 150 vagas de trabalho em Dourados
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Homem de 56 anos cai de trator e morre atropelado em fazenda
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita