Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021
(67) 99257-3397
CAMPO GRANDE

Internado com suspeita de H1N1, homem morre em hospital e pode ser 15ª vítima em MS

15 junho 2019 - 11h45Por Da Redação

Homem de 59 anos morreu na sexta-feira (14/6) com suspeita de gripe H1N1 em Mato Grosso do Sul. Ele estava internado no Hospital Universitário de Campo Grande e, caso confirmado, pode ser a 15ª vítima da doença no estado. 

Segundo o site Midiamax, ele estava no CTI (Centro de Terapia Intensiva) Adulto, mas até esta sexta-feira (14), a gripe H1N1 era apenas uma suspeita. Exames devem confirmar se a Influenza levou à morte do paciente.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) alega que não há confirmação da doença e que informações concretas podem ser divulgadas na segunda-feira (15). “O caso vai entrar em investigação”, diz a Secretaria.

Se os exames confirmarem, Antônio será a 15ª vítima de H1N1 no estado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Câmara aprova incentivo fiscal a quem doar a pesquisas contra covid-19
IMUNIZAÇÃO
População indígena lidera índice de vacinação no Brasil
FUTEBOL
Náutico domina Vila Nova, mantém 100% e segue na ponta da Série B
STF
Ministro concede a Wilson Witzel direito de não comparecer à CPI da Covid
Câmara aprova MP que libera verba para municípios atingidos por chuvas
POLÍTICA
Câmara aprova MP que libera verba para municípios atingidos por chuvas
MINISTÉRIO DO TURISMO
Nove em cada 10 empreendedores que acessaram recursos são pequenas empresas
JUSTIÇA
CNJ aprova resolução sobre orientações jurídicas para casamentos
UNIGRAN
XVIII Jornada Acadêmica de Psicologia aborda efeitos da pandemia na Psicanálise
FUTEBOL
Copa América: seleção treina na Granja Comary
CODESUL
Governador propõe unificação de atas de preços e mutirão pós-pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463
DOURADOS
Adolescentes e jovem são levados para DP para esclarecer furto de carro em motel
DOURADOS
Após filas e aglomerações, secretário faz duras críticas à população