Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905
CHUVAS

Imasul monitora rios em tempo real no Estado

11 janeiro 2016 - 20h50

Ameaçados pela elevação do Rio Aquidauana, moradores ribeirinhos dos municípios de Aquidauana, Anastácio e Dois Irmãos do Buriti foram abrigados provisoriamente em moradias mais seguras após um alerta emitido pela Sala de Situação do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), que avalia em tempo real o volume dos rios e das chuvas no Estado.

Em plantão permanente, os técnicos da Sala de Situação monitoram as tendências de baixa e de alta dos principais rios de Mato Grosso Sul e a possibilidade de grandes inundações, permitindo a antecipada remoção dos moradores. A rapidez na emissão de alertas direcionados para a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, em casos como este, garante a segurança dos habitantes de regiões ribeirinhas e minimiza prejuízos materiais.

Atualmente o Imasul conta com uma rede de treze estações telemétricas distribuídas em sete rios: Piquiri, Cuiabá, Paraguai, Miranda, Aquidauana, Pardo e Aporé. Elas funcionam com energia solar e coletam tanto a altura dos rios como o volume das chuvas locais. Todas as informações abastecem os estudos das tendências hidrológicas.

Os dados de chuva e de níveis dos rios são coletados em tempo real com a utilização de Plataformas de Coletas de Dados– PCDs e transmitidos via satélite de cada um dos pontos de medição (altura dos rios em centímetros e volume de chuvas em milímetros). Esses dados podem ser acessados em tempo real no site da Agência Nacional de Águas: [www.ana.gov.br](http://www.ana.gov.br/).

Com os números nas mãos, os técnicos especialistas da Sala de Situação do Imasul avaliam com exatidão o momento em que os rios poderão ultrapassar os limites de suas calhas e inundar as regiões mais baixas, bem como o tamanho da área que a inundação pode alcançar.

“As análises são feitas levando-se em consideração a posição das estações telemétricas. Estamos sempre de olho na estação à montante (na parte mais alta do rio) para obter uma análise mais criteriosa de como ficará o volume do rio em pontos mais baixos. Com o cruzamento de dados conseguimos saber a proporção de subida dos rios por hora, avaliar as situações de risco e alertar a Defesa Civil”, explica coordenador da Sala de Situação do Imasul, Lincoln Curado.

A Sala de Situação do Imasul publica boletins diários, com dados obtidos nas últimas horas e um boletim mensal, com médias mais completas do comportamento dos rios e das chuvas. Os dados podem ser visualizados na página do Imasul.

Trabalho conjunto – A análise da Sala de Situação e o alerta emitido foi importante neste domingo, quando a Defesa Civil comunicou a tempo os municípios às margens do Rio Aquidauana, possibilitando que as prefeituras transferissem várias famílias de regiões ribeirinhas e urbanas para áreas mais seguras por conta da cheia iminente.

“Na manhã de domingo o monitoramento da nossa PCD (Plataforma de Coleta de Dados) instalada no rio apontava que ele estava subindo na proporção de 5 centímetros por hora. No período da tarde essa proporção caiu para 3 centímetros, mas o nível do rio já estava em 7,82 metros, a 18 centímetros da sua cota de emergência, que é de 8 metros. Esse é o limite a partir do qual o rio começa a transbordar e a inundar outras áreas”, explicou o coordenador Lincoln Curado.

“A colaboração do Imasul foi fundamental para que acelerássemos nossa tomada de decisão e estratégia de ação. Em casos como esse nós temos uma rotina própria de monitoramento, mas sem dúvida que o apoio técnico especializado nos proporciona um trabalho mais eficiente e beneficia a população”, avalia o coordenador da Defesa Civil, coronel Isaías.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MINISTRO DA SAÚDE
Pazuello diz que começa a distribuir vacinas às 7h de segunda-feira para todos os estados
Primeira etapa de pré-matrícula da Reme vai até quinta-feira
DOURADOS
Primeira etapa de pré-matrícula da Reme vai até quinta-feira
MS
Denúncia anônima pelo 181 da PM ajuda no combate de crimes
SIDROLÂNDIA
Homem leva facadas pelas costas e é socorrido em estado grave
CAPITAL
Jovem é baleado e homem preso é suspeito de ser mandante do crime
BRASIL
Enfermeira de São Paulo é a primeira a receber vacina contra covid no Brasil
MS
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado
PROVA
Estigma das doenças mentais no Brasil é tema da redação do Enem
CORONAVÍRUS
Por maioria, Anvisa aprova duas vacinas em uso emergencial
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso em São Gabriel do Oeste

Mais Lidas

DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas  
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
DOURADOS 
Prefeitura anula 75 das exonerações anunciadas no meio da semana