Menu
Busca sábado, 06 de março de 2021
(67) 99257-3397
CAPITAL

Hospital abre sindicância sobre morte de bebê suspeita de negligência

22 fevereiro 2021 - 22h35Por Da Redação

Após família denunciar negligência e fazer registro policial, o Hospital da Cassems de Campo Grande informou que foi aberta sindicância sobre a morte de Luísa Aguillar Steim. Seguno o site Campo Grande News, após ser transferida de Coxim para a Capital, a menina morreu um dia antes de completar um ano.


Em nota, o hospital relata que está tomando medidas para apurar o que houve durante a estadia da criança, entre os dias 16 e 19 deste mês. “Embora toda a assistência em saúde tenha sido prestada, seguindo todos os protocolos médicos reconhecidos internacionalmente, a criança, lamentavelmente, veio a falecer ainda na noite de sexta-feira”.

Na manhã desta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, o pai de Luísa, Luiz Gustavo Aguillar Steim, foi até a 3ª Delegacia de Polícia Civil para pedir investigação sobre a morte da filha. De acordo com Luiz, a menina começou a ter sintomas de gripe no primeiro fim de semana de fevereiro, em Coxim.

Inicialmente, ela foi encaminhada ao médico no dia oito deste mês apresentando febre e retornou para casa com receita de antibiótico. Seguindo com os sintomas e não respondendo ao antibiótico, a menina foi internada no Hospital da Cassems em Coxim e teve resultado negativo para covid-19.

Conforme relatado por Luiz, o médico havia apresentado resistência para receitar antibiótico durante a internação, mantendo apenas bromoprida e dipirona. No segundo dia de internação, o pai solicitou transferência da menina para Campo Grande. Já com aplicação do antibiótico por outra médica, o pai relata que viu Luísa acordando melhor na sexta-feira (19).

Luiz relata que enquanto aguardavam realização de novos exames de sangue, uma enfermeira aplicou bromoprida na veia da menina, que começou a passar mal. “Quando faltavam 3ml para aplicar, ela começou a chorar, a gritar e depois a convulsionar, foi aquele desespero”, diz.

Ainda no período da manhã, a família conseguiu transferência da criança até Campo Grande. De acordo com o pai, a menina teve uma parada cardíaca ainda em Coxim e outra já na Capital, não conseguindo sobreviver.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
MEIO AMBIENTE
Temporada de pesca começa com alto índice de conscientização ambiental
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
INTERNACIONAL
Aiatolá iraquiano diz ao papa que cristãos deveriam viver em paz
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
REGIÃO
Paranaense é autuado em R$ 5 mil por construir estrada sem autorização ambiental
FRONTEIRA
Moradora acorda com barulho e encontra janelas 'furadas de bala'
Dourados tem mais de 40 pessoas internadas em UTI's com Covid
PANDEMIA
Dourados tem mais de 40 pessoas internadas em UTI's com Covid
FUTEBOL
Pelo Carioca, Flamengo recebe o Macaé no Maracanã
NOVA ANDRADINA
Dupla é presa por tráfico, direção perigosa, desobediência e infração de medida sanitária
PORTO MURTINHO
Pecuarista é autuado em R$ 90 mil por desmatar vegetação em área protegida
PANDEMIA 
Em seis dias, MS registrou quase 80 óbitos por coronavírus
FUTEBOL
Paulistão tem clássico San-São neste sábado

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Casal é assassinado na fronteira e corpos são deixados um ao lado do outro
EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
DIÁRIO OFICIAL
Guarda municipal de Dourados condenado por tráfico em SP é demitido
MATO GROSSO DO SUL
Ministro da Justiça lamenta morte de coronel Adib e posta foto antiga do GOF