Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
ESTADO

Governo publica lei para reorganização da carreira penitenciária em MS

28 dezembro 2017 - 18h50

O governador Reinaldo Azambuja sancionou a lei que altera a normativa referente à carreira penitenciária em Mato Grosso do Sul. Publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (28.12), a Lei 5.123, de 27 de dezembro de 2017, acrescenta o art. 55-A na Lei 4.490, de 3 de abril de 2014, possibilitando a reorganização na vida funcional dos agentes penitenciários.

Conforme a publicação, os servidores que ingressaram no cargo de agente penitenciário até 1º de novembro de 2006 serão reclassificados conforme o tempo de serviço prestado, tendo como período a ser considerado a data de ingresso no cargo da carreira até 1º de setembro de 2017.

Segundo o diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), Aud de Oliveira Chaves, esta é mais uma importante conquista para os servidores e para a instituição, pois corrige distorções que prejudicam há anos uma importante parcela de profissionais. “Essa correção representa o reconhecimento, por parte do governo estadual, da importância do trabalho desenvolvido pelos servidores”, destacou, após a aprovação da lei.

Para a reclassificação, a nova normativa também pontua que não se aplicam as normas do artigo 54 da Lei 4.490/2014, em que se determina a correlação entre as funções de agente, oficial e gestor penitenciário, previstas na lei 2.518/2002, e a classe a ser classificado.

O texto publicado no Diário Oficial coloca, ainda, que o tempo de serviço exercido, exclusivamente, em cargo comissionado ou por intermédio de contratação temporária não poderão ser computados.

A alteração legislativa foi uma demanda apresentada ao Governo pelos servidores e pela agência penitenciária a fim de regularizar a vida funcional dos agentes penitenciários. O projeto de lei do Executivo recebeu emenda modificativa do deputado professor Rinaldo Modesto, líder do Governo na Casa, e foi votado e aprovado pela Assembleia Legislativa na última quarta-feira (20.12).

Para o presidente do Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária (Sinsap/MS), André Luiz Santiago, a alteração dessa lei, vai refletir em melhor qualidade de serviço para os agentes penitenciários. “O governo estadual não só mostrou a sensibilidade com a nossa causa, mas também reconheceu, compreendeu e honrou o compromisso com a nossa categoria, e isso é muito gratificante para cada um de nós, ” afirmou Santiago.

Os servidores que forem reclassificados terão seus interstícios para a promoção contados a partir da reclassificação. Apesar da Lei 5.123/2017 ter entrado vigor com a sua publicação, terá efeitos a contar de 1º de janeiro de 2018.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Ambiental prende e autua pescador e apreende barco e motor de popa
UEMS
Inscrições para o curso “Brincar na Educação Infantil” estão prorrogadas
POLÍCIA
Homem compra moto do amigo e foge com veículo para Goiás sem pagar
POLÍTICA
Alvo de inquéritos, Weintraub é reeleito diretor-executivo do Banco Mundial
BR-262
Motorista de BMW perde controle, bate em poste e carro pega fogo
EDUCAÇÃO
Unidade 1 da UFGD terá nova entrada a partir de 3 de novembro
Homem é socorrido em estado grave ao ser atingido por descarga elétrica
FUTEBOL
Palmeiras anuncia a contratação do técnico português Abel Ferreira
CRIME AMBIENTAL
Paulista é multado em R$ 10 mil por erosões e degradação de córrego
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil chega a 159,5 mil mortes por Covid; casos somam 5,5 milhões

Mais Lidas

PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
BRASIL
Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais é preso no Paraná
VILA VARGAS
Hotéis em distrito de Dourados eram utilizados como entreposto do contrabando
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização