Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
ROTA BIOCEÂNICA

Governo paraguaio licita projeto para a construção da ponte sobre o Rio Paraguai

06 dezembro 2019 - 11h54Por Da Redação

O Governo do Paraguai publicou nesta quinta-feira (5) o edital de licitação para construção da ponte sobre o Rio Paraguai, que vai ligar o município paraguaio de Carmelo Peralta a Porto Murtinho. A publicação ocorre duas semanas após a segunda reunião da Comissão Mista, realizada na sede da Itaipu Paraguai, em Hernandarias. A obra está orçada em US$ 75 milhões.

 “A Rota Bioceânica está se tornando realidade. A publicação do edital da ponte, dentro do prazo estabelecido na reunião em Hernandárias, é uma demonstração do compromisso e empenho das autoridades paraguaias. No lado brasileiro também estamos avançando. Nesta semana, o Imasul entregou um Declaração Ambiental solicitada pelo Dnit. Era o documento necessário para que o Governo Federal faça a licitação da obra do Contorno Rodoviário de Porto Murtinho, interligando a rodovia BR-267 com a ponte sobre o Rio Paraguai”, informou o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

O edital de Licitação Pública Internacional para elaboração do estudo de viabilidade técnica, econômica, socioambiental, engenharia e fiscalização, cadastro e auditoria para a construção da ponte sobre o Rio Paraguai foi publicado no site do órgão paraguaio responsável pelas contratações públicas do país vizinho.

As empresas interessadas em participar da licitação da ponte sobre o Rio Paraguai têm até o dia 16 de janeiro para a entrega de propostas na sede do Ministério de Obras Públicas e Comunicações do Paraguai. Nesta convocatória, podem participar consórcios tanto do Paraguai quanto do Brasil. A ponte terá um comprimento de 680 metros, com 380 metros de luz livre, 22 metros de altura, duas torres com 100 metros de altura, viadutos de 150 metros em ambos os lados e pilares de luz a cada 30 metros. O termo de referência definiu a edificação da travessia na altura do quilômetro 1.000 da Hidrovia do Paraguai, acima (sentindo Norte) das cidades de Carmelo Peralta e Porto Murtinho.

A obra está orçada em US$ 75 milhões e a estimativa do governo paraguaio é de que o empreendimento gere 1000 empregos nos 35 meses previstos para a execução dos trabalhos. A empresa vencedora da licitação deverá ser anunciada na próxima reunião da Comissão Mista Brasil-Paraguai, marcada para março de 2020, em Campo Grande.

No lado brasileiro, o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), já anunciou que foi concluído o estudo de viabilidade do anel-viário de 12 km que será construído entre a BR-267 e a ponte, em Porto Murtinho, ao custo aproximado de R$ 100 milhões. A licitação do projeto executivo está prevista para janeiro de 2020.

Além disso, na reunião em Hernandárias, realizada em 20 de novembro, o DNIT informou que, em razão da importância do corredor Brasil-Chile e da infraestrutura portuária que está sendo instalada na cidade fronteiriça de Mato Grosso do Sul, o governo brasileiro encomendará estudos para o projeto de adequações da rodovia BR-267. Obras para melhoria do tráfego serão realizadas em trechos que totalizarão 200 km, nos municípios de Porto Murtinho, Jardim, Maracaju e Rio Brilhante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Operação Pátio Zero: mais de 400 motocicletas estão disponíveis em leilão
PF vai às ruas em MS por fraudes em fornecimento de combustíveis à prefeitura
POSTO EXCLUSIVO
PF vai às ruas em MS por fraudes em fornecimento de combustíveis à prefeitura
Aposta única acerta as seis dezenas e leva mais de R$ 3 milhões
MEGA-SENA
Aposta única acerta as seis dezenas e leva mais de R$ 3 milhões
Prestação de contas de candidatos deverão ser realizadas até dia 15 de dezembro
TV DOURADOS NEWS
Prestação de contas de candidatos deverão ser realizadas até dia 15 de dezembro
SAÚDE
SES realiza webinário sobre 'Febre Amarela: Humana, Animal e Imunização'
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382
BRASIL
Senado aprova projeto de lei que reformula a Lei de Falências
TEMPORÁRIOS
Indígenas de MS começam ser contratados para colheita da maçã no sul
FRONTEIRA
Após tentar matar o irmão, idoso abandona arma, munições e desaparece
TEMPO
Quinta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ