Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
MELHORIAS

Governo anuncia R$ 4 milhões para acabar com crise na saúde da Capital

28 maio 2015 - 17h45

Durante entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (28) em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou quase R$ 4 milhões em investimentos para ampliar serviços da saúde na Capital. A iniciativa é tentar acabar com os problemas enfrentados no setor.

“No Hospital Regional já na semana que vem 10 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) vão entrar em funcionamento imediatamente”, revelou. O governador autorizou a convocação de 223 novos funcionários, como médicos e enfermeiros, para ampliar os serviços prestados pelo Hospital Regional de MS.

Durante a coletiva, o governador ainda comentou que diante do cenário de crise econômica do país, a bancada federal revelou que a União deverá diminuir pela metade os repasses para as emendas parlamentares.

Os R$ 160 milhões previstos para serem aplicados em saúde, entre verbas do Estado e das emendas, diminuiu para R$ 70 milhões. Apesar disto, Reinaldo revelou que já há autorização para liberação de recursos federias, da ordem de R$ 36 milhões (mais R$ 5 milhões de contrapartida do Estado), para as obras do Hospital Regional de Três Lagoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF
Leis estaduais sobre taxa de religação de energia elétrica são inconstitucionais
PANTANAL
Força-tarefa combate incêndio na RPPN Eliezer Batista, um dos maiores na Serra do Amolar
PANDEMIA
Hospital de Campanha do Ibirapuera dá alta ao último paciente
ABAV COLLAB
Turismo sul-mato-grossense realiza promoção dos destinos, capacitações e tutorial de gastronomia
FUTEBOL
Série B: Figueirense e Guarani empatam em 2 a 2, em Florianópolis
STJ
Em promissória com duas datas de vencimento, prevalece a que melhor reflete a vontade do emitente
FUTEBOL
Time principal do Fluminense tem cinco jogadores com covid-19
STF
2ª Turma autoriza extradição de proprietário da Telexfree
ESTADO
Justiça do Trabalho pede prioridade a ações que envolvam profissionais da saúde que atuam na pandemia
BRASIL
Profissionais podem se increver até 6 de outubro no CNJ Inova

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete