Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
CAPITAL

Funcionários do Atacadão são presos por desvio de R$ 450 mil

30 novembro 2015 - 12h09

Três funcionários, um do setor administrativo e dois motoristas que trabalhavam numa das lojas do Atacadão, em Campo Grande, foram detidos acusados de aplicar golpes de R$ 450 mil. O mercado em questão fica na avenida Coronel Antonino.

De acordo com a polícia foram presos Eurides Lopes de Freitas, 42, e os motoristas José Romero de Lima, 41, e Antônio Pereira Sobrinho, 57, vão responder em liberdade pelo crime de furto mediante fraude. A mulher trabalhava na empresa há pelo menos 18 anos.

Em entrevista ao Campo Grande News, o delegado da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), Reginaldo Salomão, o caso foi registrado no dia 24 deste mês, mas os golpistas atuavam desde janeiro de 2014.

Segundo ele, as investigações iniciaram quando a gerência percebeu que estava perdendo a competitividade em relação à venda de alguns produtos, ou seja, a mercadoria era adquirida por um valor superior de mercado.
O golpe funcionava da seguinte forma: o atacadista comprava uma carga de cerveja, que vinha incluso o valor do frete, porém, Eurides em parceria com os dois motoristas, pagava novamente o valor do frete, que ficava com os golpistas. Isso acontecia com outros produtos também e o grupo faturava por dia em torno de R$ 1 mil a R$ 1,5 mil. “Ele fazia essa operação pelo menos uma vez por dia e uma vez por semana os três se encontravam para fazer a divisão dos valores”, disse o delegado ao jornal.

Eurides trabalhava no setor administrativo e não tinha autorização para fazer pagamentos, no entanto, ele conseguiu a senha da supervisora para facilitar o golpe sem que ninguém tomasse conhecimento. No total, a polícia conseguiu recuperar R$ 54 mil e um carro Sandero zero quilômetro.

Na casa de Eurides, foram recuperados R$ 4 mil, que estavam embaixo de um colchão e o carro. Na conta de José, foram encontrados R$ 20 mil e na conta de Antônio, cerca de R$ 30 mil.

Os três foram ouvidos no dia 24 de novembro e confessaram o crime à polícia. Antônio relatou que este ano não participou do golpe, porque ficou com medo de ser descoberto. Eurides diz que gastou o dinheiro com viagens. A investigação sobre o caso continua para identificar se houve outro tipo de golpe a partir da senha roubada da supervisora.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS-162
Foragido da Bahia é preso durante bloqueio policial em MS
Ex-prefeito que criou a Guarda Municipal morre aos 82 anos após complicações da Covid-19
DOURADOS
Ex-prefeito que criou a Guarda Municipal morre aos 82 anos após complicações da Covid-19
Mulher tem bolsa furtada dentro de carro estacionado em garagem
DOURADOS
Mulher tem bolsa furtada dentro de carro estacionado em garagem
Governo de MS amplia ações em saúde voltadas para população LGBT
COMITÊ
Governo de MS amplia ações em saúde voltadas para população LGBT
Celular é furtado em varanda de residência no Jardim Independência
DOURADOS
Celular é furtado em varanda de residência no Jardim Independência
DOURADOS
Alvo da PF, empresário foi preso com armas e fortuna ao sofrer atentado em 2019
DOURADOS
Prefeito anula mais quatro exonerações e nomeia 39 comissionados
TRÁFICO DE DROGAS
Veículo é apreendido com mais de 200 kg de maconha na região de Tacuru
SAÚDE
Com o aplicativo MS Digital cidadão tem acesso à versão digital do cartão SUS
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Promotor vê preconceito em comentários contra vacina para índios e denuncia à PF
DOURADOS
Mulher é presa acusada de dar cobertura para assaltantes que rendiam família
VILA ÍNDIO
Enfermeiro de 50 anos é primeiro vacinado contra Covid-19 em Dourados
DOURADOS
Dupla é presa após assaltar entregador em frente conveniência no Jardim Flórida