Menu
Busca quinta, 28 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Frente Parlamentar de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika vírus é criada em MS

03 março 2016 - 16h05

Foi criada nessa quinta-feira (3), no âmbito da Assembleia Legislativa, uma Frente Parlamentar para contribuir na luta contra as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. A formação desse grupo de trabalho foi proposta pelo deputado estadual Renato Câmara que com o apoio e participação de mais cinco parlamentares conseguiram sua instalação imediata.

A Frente Parlamentar de Enfrentamento à Dengue, Chikungunya e Zika vírus tem o objetivo de somar esforços no combate ao Aedes Aegypti e de discutir soluções para os graves problemas de saúde pública associados ao mosquito.

Por meio da Frente, os parlamentares irão colaborar com o debate sobre a necessidade da mobilização social na luta contra o mosquito e contribuir com a articulação entre a Assembleia, o governo estadual, prefeitos, instituições e sociedade no enfrentamento das doenças causadas pelo Aedes.

Também foi proposta por Renato Câmara, em dezembro de 2015, a criação de uma comissão de acompanhamento da Dengue, Chikungunya e Zika. A comissão que aguarda indicação dos membros vai somar esforços à Frente Parlamentar que é mais abrangente, possibilitando a participação de entidades, empresas e sociedade civil.

"Precisamos fortalecer o enfrentamento ao Aedes Aegypti e às doenças transmitidas por ele. A Frente Parlamentar dá a possibilidade de engajamento de diversos setores da sociedade e o principal, a participação do cidadão. Tenho certeza que vamos fazer Mato Grosso do Sul evoluir muito, tanto em um plano de contingência nesse momento emergencial como em ações de prevenção e serviços de saúde", comenta deputado Renato Câmara.

Participam da Frente Parlamentar ao lado de Renato Câmara os deputados, Professor Rinaldo, Antonieta Amorim, Eduardo Rocha, Ângelo Guerreiro, Eduardo Rocha, Marcio Fernandes e George Takimoto. Também serão convidados a compor o grupo entidades, instituições e órgãos estaduais.

Casos em Mato Grosso do Sul – De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), Mato Grosso do Sul tem 625 novos casos suspeitos de dengue por dia. Os dois primeiros meses de 2016 somam 31 mil notificações da doença, índice 67% maior que o mesmo período do ano passado, até agora foram registradas 17 mortes. O estado tem nove casos confirmados de febre chikungunya. Cerca de 850 pessoas aguardam confirmação do Zika vírus, desde novembro de 2015 foram confirmados 67 casos da doença.



Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Sanesul entrega reservatório de 4 milhões de litros de água em Três Lagoas
MERCADO DA BOLA
Flamengo exige acordo de até R$ 65 mi por venda de Everton Ribeiro
PANDEMIA
Uso de transporte público cai em cidades brasileiras, aponta relatório
BRASIL
Secretários de saúde defendem que vacina vá para grupos vulneráveis
CULTURA E ESPORTE
Projeto reforça garantia de pessoa com deficiência participar de eventos
TECNOLOGIA
Nova meta do governo prevê fibra ótica em 99% das cidades brasileiras
ECONOMIA
Comunicações e BB fazem parceria para expansão de sinal de internet
OPINIÃO
Os prefeitos e o combate à Covid-19
PANDEMIA
MS recebe 269 mil seringas e agulhas para reforçar campanha de imunização
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro