Menu
Busca sexta, 30 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
POLÍTICA

Ex-prefeito e senador continua tratamento e quadro é estável

10 novembro 2017 - 16h20Por Da Redação

O ex-prefeito de Campo Grande e ex-senador da República, Juvêncio César da Fonseca, 82, está internado em apartamento particular na Santa Casa de Campo Grande, dando continuidade ao tratamento de insuficiência cardíaca.

Segundo informações do Correio do Estado, a princípio ele está estável, consciente e orientado, realizando fisioterapia e não há previsão de quando deixará o hospital.

Juvêncio deixou o Centro de Tratamento Intensivo na quarta-feira (8). Ele foi internado na terça-feira (7), com quadro de insuficiência cardíaca – doença crônica que provoca tosse, fraqueza e fadiga.

Advogado e político famoso no Estado, ele foi vereador de 1983 até 1985, quando se candidatou à prefeitura de Campo Grande. Eleito, comandou a cidade por dois mandatos. 

Assumiu o cargo de senador da República por Mato Grosso do Sul em 1998, tendo exercido o mandato até 31 de janeiro de 2007. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Não haverá expediente no Poder Judiciário na próxima segunda-feira
CONIVÊNCIA
Traficantes e homicidas confraternizam com policiais em presídio Paraguaio
ARTIGO
Vila Cerrito - Dourados
CORONAVÍRUS
Trabalho remoto é prorrogado até 30 de novembro nas Unidades da UEMS
DISPUTA
Mourão contraria Bolsonaro e diz que governo comprará vacina chinesa
JUSTIÇA
Salão deve indenizar cliente por serviço que causou calvície parcial
CAMPO GRANDE
Motorista de guincho denuncia transporte de carros roubados e 2 são presos
CLIMA FRESCO
Feriado prolongado em Dourados terá temperaturas amenas e máxima até 26°C
AGRONEGÓCIO
Em Dourados, ministra diz que MS é 'locomotiva' do Brasil
COTAÇÃO
Dólar tem queda nesta sexta, mas fecha outubro em alta de 2,13%

Mais Lidas

PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
BRASIL
Acusado de matar ator Rafael Miguel e os pais é preso no Paraná
VILA VARGAS
Hotéis em distrito de Dourados eram utilizados como entreposto do contrabando
DOURADOS
Funcionário do CCZ é agredido a pauladas durante trabalho de fiscalização